quarta-feira, 1 de julho de 2015

Coisas que a idade traz, ou leva...

Para além da hipertensão, o médico do meu trabalho achou melhor "aprofundar" o que se passa com a minha tiróide pois os valores nas análises ao sangue estavam assim numa espécie de limbo entre o normal e o bocadinho acima da média...
Sendo assim, lá fui eu fazer uma ecografia à tiróide e a médica disse-me que não tinha nódulos nem nada a observar mas que, um dos lados da tiróide, era um pouco maior do que o outro. Contudo, como eu própria tenho um tamanho acima da mé(r)dia, considerou que poderia ter a ver com isso mas que depois o meu médico que verificasse melhor os resultados da ecografia...
Ok...
No dia a seguir fiz as análises ao sangue, específicas para a tiróide, tão específicas que foram mais caras do que a própria ecografia...
E eu, do alto do meu tamanhão, lá me senti tonta (ou seria tontinha...) com a busca do sangue na minha veia e por causa dos nervos o sangue não jorrava... Toca de espetar a agulha no outro braço, enquanto que ao mesmo tempo o sofá era aberto para eu ficar deitada e relaxar.
Bom, lá relaxei e o sangue lá apareceu...
Chiça! Que ao longo da vida temos que fazer análises e exames mas desde que me aproximei e entrei nos 40 que eles têm vindo a aumentar...
É medicação para a Hipertensão, é exames, é análises, é eu-sei-lá!
E depois, o envelhecimento da minha mãe... Tem andado cheia de dores e tinha exames marcados em Lisboa mas preferiu vir para cá, para perto de nós, de mim... Remarquei tudo aqui no Oeste e hoje já fomos fazer um desses exames... E agora sou eu que trago justificações para o trabalho por ir acompanhar a minha mãe em consultas e exames médicos...
É a vida, é o tempo a passar, são as maleitas a chegar...
E isto tudo para dizer que sou pessoa que nunca ligou, nem liga, a doenças e medicamentos... E agora, com o passar dos anos, tenho que me lembrar de tomar o comprimido da hipertensão todos os dias de manhã porque senão, não estava nem aí...!
:O

4 comentários:

Sol disse...

A mim ainda não me calhou nada, também ainda não cheguei aos 40! No inicio do ano fui fazer umas análises e o colesterol estava um pouquinho alto. A médica mandou-me caminhar :) :)

João L. disse...


De um modo geral, pode afirrmar-se que o exercício físico regular (sobretudo aeróbico) induz, de facto, um decréscimo acentuado da tensão arterial.
E, obviamente, pedalar em duas rodas é uma actividade que promove este efeito :) Até por experiência própria sei disto.

Para dar uma vista de olhos (e não ficar apenas pelos soundbytes do tipo que enunciei em cima) seguem alguns artigos.

1. Artigo em imprensa generalista (associação Inglesa de hipertensão)
http://www.bloodpressureuk.org/BloodPressureandyou/Yourlifestyle/Beingactive

2. Artigos em revistas científicas na área:

2.1. Journal of Human Hypertension
http://www.nature.com/jhh/journal/v19/n8/full/1001851a.html

“ …The available data suggest that moderate-intensity (40–70% VO2 max) aerobic exercise is associated with a significant reduction of blood pressure in hypertensive and normotensive participants and in overweight, as well as normal-weight participants…”


2.2. Journal of the American Heart Association
http://jaha.ahajournals.org/content/2/1/e004473.full

“…Endurance, dynamic resistance, and isometric resistance training lower SBP (systolic blood pressure) and DBP (diastolic blood pressure), whereas combined training lowers only DBP. Data from a small number of isometric resistance training studies suggest this form of training has the potential for the largest reductions in SBP…”

2.3. Ann Cardiol Angeiol (Paris). 2014

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24928464




João L.

Algures no Oeste disse...

SOL: Pois é, mesmo não querendo, parece que isto de entrar nos 40 traz estas coisitas... :P

JOÃO L.: Obrigada pela indicação dos artigos. Realmente, apesar da tensão alta, com a medicação regularizou e o médico aconselhou a continuar sempre com o exercício físico...
:-)

Gaja Maria disse...

A ideia é mexermo-nos o mais possível para que essas coisas não nos cheguem. Este ano também já fiz mais exames do que nos últimos 10 anos, felizmente não apareceu nada para me atentar, por isso não páro de me mexer :)