quinta-feira, 30 de julho de 2015

Podia escrever tanta coisa mas...

Só me ocorre dizer que fico feliz tão somente por poder chegar à praia a pedalar e ver o mar... 
E foi isso que aconteceu ontem ao fim do dia, depois do trabalho. Estava muito vento pelo caminho mas, estranhamente, na praia não se sentia qualquer brisa e fiquei ainda uns breves minutos parada a contemplar o mar e a ajeitar as ideias...
Desatei nalguns momentos nalguns "sprints" e a verdade é que, apesar do vento, transpirei ontem mais a pedalar do que na aula de Cycling no dia anterior... O suor escorria-me pela cara abaixo e com o vento de frente sentia-o ainda mais. Era salgado como as lágrimas mas pensei que antes o sal do suor e do mar do que o sal das lágrimas...
Foi uma pedalada rolante, sem grandes dificuldades e por isso soube bem como tudo...

Depois do jantar, fui com o filhote dar uma mini volta na bicicleta e fartámos-nos de rir... Ali íamos os dois a pedalar, lado a lado, mãe e filho, a rir que nem uns perdidos e eu pensei em como era bom aquele momento de cumplicidade e de parvoíce mãe & filho... Suponho que isto vá ficar na memória do meu filho e pensei em como é bom ter uma mãe que brinca e que se ri, mas que também é chata e ralha...

E sempre a bicicleta presente...




2 comentários:

A Loira disse...

Espectacular.

Gaja Maria disse...

Momentos que o teu filho vai recordar um dia certamente. :)