terça-feira, 8 de setembro de 2015

Quando o Sol se põe e a Alma o acompanha...

Dei uma voltita de bicicleta na sexta-feira ao fim do dia e no Sábado à tarde. 
Depois disso rumei a Lisboa, à casa dos meus pais, pois tinha que tratar de uns assuntos durante o resto do fim de semana e ontem, segunda-feira.

Como sempre, fico algo afetada por ter estado no sítio onde sempre vivi, antes de me mudar para o Oeste... As memórias, as lembranças, enfim, uma panóplia de coisas e de sentimentos, que acho que quase mais ninguém entende ou compreende, mexem muito comigo...

E por isso, ontem quando cheguei ao Oeste, nada melhor do que pegar na bicicleta para 'curar' parte das neuras, ainda que tivesse tido novamente aquele sentimento enfadado de ter que me equipar e preparar "tantas coisas" para ir pedalar...

E foi realmente maravilhoso ver o Pôr do Sol na voltita que dei ontem ao fim do dia... Não encontrei ninguém a pedalar, o dia escurecia cada vez mais rápido, tive que ligar as luzes da bicicleta, mas tive que parar para tirar esta foto...
E pensei que... às vezes basta um pouco de água salgada... uma gota de suor pelo esforço feito, uma lágrima que limpa a vista, a alma e o coração, e um mar imenso que tranquiliza e apazigua a saudade...




2 comentários:

Carla Santos Alves disse...

:) vale sempre a pena dares a tua "voltita" de bicicleta, ficas sempre mais zen!

Beijinho

Gaja Maria disse...

Sabe tão bem :))