segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Isto não é um relato mas...

Mas pronto, aqui fica, em género de relato, a 'indicação' de que fomos ver a Exposição de Lego em família e que foi aconchegante e divertido...
O mano do filhote veio passar o fim de semana connosco e escusado será dizer que filhote estava em delírio com a companhia do irmão... Entretêm-se muito um com o outro nos jogos e noutras conversas cibernéticas e tecnológicas que já me transcendem... Logo eu que sou dada a tudo o que é novo mas em relação aos jogos, não estou nem aí...
É incrível como os anos passam.
É incrível como o meu filho já tem 9 anos e o mano 16... Parece que foi ontem que o mano tinha 9 anos e o meu filho 2...
Incrível também foi ter comprado sete farturas porque uma custava um euro e as sete custavam cinco euros... Como tinha (tenho) a minha mãe em casa que adora farturas, levei para ela, e nós os três também nos 'lambuzámos' a comer as ditas antes de chegarmos ao carro... :D
Adiante...


Os bilhetes da entrada (sim, eu sei que o verniz estava a 'falhar' mas pronto, falha minha que eu não gosto de ter o verniz assim... next...!)

Entre outras construções, achei piada a esta da Torre de Belém...


Depois ontem estava na dúvida se iria pedalar ou não... O tempo estava escuro e parecia que vinha aí uma chuvada... Levantei-me nas calmas pois achava que não iria dar para pedalar.
Contudo, naquele tempo todo de hesitações, a chuva não aparecia e vai daí que me equipei, afinal, não pedalava há coisa de duas semanas e já me sentia a... ressacar...
Dei uma voltita cheia de lama mas também pedalei no alcatrão para aliviar o peso do piso...
Acabou por nunca chover e tive imenso calor porque levei um casaco com receio do frio e da chuva...
Que bem que aquela volta me soube...
Os lugares e os sítios são os mesmos do costume mas o facto de não ir até lá há duas semanas fez com que lhes sentisse a falta... 
Chegar ao pé da praia e do mar, numa solidão solitária de quem pedala sozinha e não vislumbra quase ninguém, tranquiliza-me e sossega-me a alma...
Bebi um café retemperador e pensei para comigo que tinha pena de não ter mais tempo para pedalar mais vezes e poder dar voltas maiores... Mas sem preocupações ou obrigações... Simplesmente ir e usufruir das paisagens e dos trilhos...



2 comentários:

A Loira disse...

Que fotos espectaculares.

Gaja Maria disse...

Essa exposição de legos parece espectacular :)