segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

E vai daí que...

Na sexta-feira ao final do dia rumei ao ginásio depois de ter saído do trabalho e de ter ido a correr a casa levando pão e apanhando a roupa estendida antes que ficasse molhada novamente com o cair da humidade da noite...
O pai foi buscar filhote e eu dei estes avanços em casa.
No ginásio fiz duas aulas, uma mais localizada e outra, claro, de cycling. Agora comecei a usar uma banda cardio que comprei na Decathlon e que uso ligada ao Strava mas parece que, pelos vistos, em ambiente 'indoor', ainda que durante as aulas eu visse o tempo a passar e os batimentos cardíacos, no fim, quando finalizei a atividade, ficaram apenas sete minutos... Não entendi e fiquei fula...
Já na rua, a pedalar, conta bem o tempo todo e, realmente, fica o registo dos batimentos cardíacos. Se bem que, para mais dados e análises, será necessário aderir à versão 'Premium' e agora não me apetece...
Bom, mas como estava a dizer, na sexta-feira ao serão fiz duas aulas, no sábado de manhã fui assistir às atividades de filhote com o mano que veio passar o fim de semana para delírio de filhote, e de tarde, como estava Sol, depois de estender uma catrefada de roupa, apeteceu-me ir... pedalar...
Peguei na bicicleta e liguei o Strava e pedalei de forma frenética pois sentia-me cheia de força e de energia... Contudo, no regresso tive um azar: um dos pedais de encaixe estava sempre a saltar e tive que voltar atrás umas quatro vezes para que o pedal não ficasse pelo caminho...
Faltavam uns 7 Km para chegar a casa quando tive que pedalar a fazer força com o pé para que o pedal não saltasse mais... Como é óbvio, isto interferiu na minha prestação...
Depois, no domingo de manhã, como devo estar maluquinha, apeteceu-me ir dar uma volta mas não muito longa, tipo vira o disco e toca o mesmo...
Tive que ir na bicicleta de marido pois a minha tinha ficado sem o pedal de encaixe encaixado e agora tem que levar uns pedais novos...
O "problema" é que a bicicleta de marido tem roda 26 e eu já estou habituada à roda 27.5 da minha pelo que notei uma diferença considerável nas acelerações que fazia...
Enfim... estava Sol e bom tempo para pedalar...
Ficam agora as fotos...


Os batimentos cardíacos da pedalada de domingo, simples e rápida, 40 Km:

Na aula de Cycling...

As roupas de Inverno de pedalar que tiveram que voltar a ser vestidas, aqui com a bicicleta de marido...

A pedalada de sábado à tarde, semi coxa no regresso...
Que pena os dias estarem tão curtos... Sabe tão bem dar uma voltinha à tarde, com Sol e a ver a praia e o mar... Liberdade...

1 comentário:

Gaja Maria disse...

Pois agora as pedaladas têm de ser mais curtas ou de manhã, os dias são muito curtos :)