segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Show off

Há dias em que não tenho paciência e pronto.
Adoro exercitar-me mas falta-me a paciência para o ginásio e para aqueles dias em que grande parte das pessoas parece tão somente desfilar e não exercitar-se. Nesses dias, tenho vontade de abandonar a aula e o ginásio e ir exercitar-me por minha conta e risco "na rua". Afinal, as pessoas que conheço com maiores capacidades em termos físicos e na prática da corrida e da bicicleta, nem sequer põem os pés no ginásio e/ou nem nunca frequentaram um... ginásio...
Eu ando no ginásio para estar em forma e não ganhar peso e nos dias em que estou sem paciência, a maior parte das pessoas parece-me que andam no ginásio como se este fosse um clube social ou um sítio onde se podem pavonear com roupas justas e decotadas.
Nesses dias reparo que há pessoas que passam parte dos 50 minutos de uma aula de Indoor Cycling, não a pedalar, mas a sair da bicicleta e a espetar o rabo para o resto dos colegas enquanto, alegadamente, dão um jeito ou afinam a altura do selim, qualquer coisa nos pedais e mais não sei o quê no guiador. Baixam-se e os seus tops e decotes decotados saltam ainda mais à vista e passam a aula nisto...
Depois há outros e outras equipados a rigor, dos pés à cabeça, com equipamentos e sapatos de encaixe mega caros mas que nunca sentaram o cu numa bicicleta a sério nem sujaram os equipamentos nem os sapatinhos com lama, chuva ou passaram nalgum 'single' ou buraco ou levaram com vento ou com chuva ou com frio.
Nááááá´!!! Esses pavoneiam-se no ginásio mas pedalar na rua, "'tá bem, 'tá!!!".
Sopram, bufam e transpiram como se aquilo fosse o fim do mundo em cuecas ou o cúmulo do esforço como se fossem mega fortes e potentes.
Nos dias em que estou sem paciência apetece-me dizer "pfffff... e se fôssemos todos ali dar uma volta nos trilhos da zona, hein?!".
Nos dias sem paciência, a aula termina e eu saio porta fora esbaforida rumo aos balneários com a desculpa de que estou com pressa mas a verdade é que não me apetece conviver com a maior parte das pessoas e daquilo tudo que espremido não passa de "show off", são só aparências e manias.
Não quero com isto dizer que eu é que "sou muito boa", nada disso. É só que chega-se a um ponto na vida em que não há pachorra para rabos espetados, aparências e socializações fúteis...
Nesses dias mentalizo-me que vou deixar o ginásio e exercitar-me por minha conta, afinal, os dias estão a ficar maiores, poupava dinheiro e não tinha que estar a gramar gente fútil...

1 comentário:

Gaja Maria disse...

Não ligues a essas coisas. Fazes o teu exercício e pronto. Aproveita e tira o que há de bom nas aulas, o resto não interessa :)