quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Vamos lá então...

Uma semana e um dia depois, aqui fica então um pequeno relato da grande aventura a que eu e a minha amiga nos propusemos, no dia de Carnaval.
O tempo avizinhava-se chuvoso mas decidimos ir e arriscar na mesma.
Saímos bem cedo de casa, colocámos as bicicletas no carro e lá fomos, e a partir daí, saímos para a nossa grande aventura.
À ida, ainda que cinzento e escuro, o tempo ainda se aguentou sem chover, contudo, no regresso, a chuva e o vento frio abateram-se sobre a nossa pedalada e nada havia a fazer a não ser continuar para nos despacharmos e chegar ao nosso destino, sãs e salvas...
A ideia era ir mesmo descobrir o desconhecido pois era um percurso que não conhecíamos.
Fomos de mochila às costas com sandes e quando chegámos ao fim do percurso que nos tínhamos proposto, 63 km depois, chuviscava mas parámos para comer um pouco o que seria o nosso almoço.
Logo no início apanhámos um valente susto pois estávamos paradas numa curva, a tirar alguma roupa e a comer qualquer coisa, quando no piso escorregadio uma carrinha se despistou na curva e veio embater na placa de cimento que separava a ciclovia da estrada de alcatrão e, na verdade, foi a nossa salvação... Se não fosse aquela espécie de muro, tínhamos sido colhidas naquele momento e creio que não restaria muito de nós ou das bicicletas...
Quando se deu o impacto, é que demos um salto e recuámos com as bicicletas mas o susto foi tão grande que a pulsação acelerou e bloqueámos ao ponto de nem termos visto ou anotado a matrícula. É que fosse quem fosse, nem se dignou a parar para perguntar se estávamos bem. Embateu com tal brutalidade e acelerou a uma velocidade incrível...
Isto foi logo ao início mas não nos demoveu de continuar...
Assim sendo, aqui ficam algumas fotos do nosso passeio que no conta quilómetros contou 130 Km mas que na aplicação usada a pedalar contou "apenas" 128 Km...
Foi a primeira vez que pedalei tantos quilómetros 'de seguida' e no regresso até nos enganámos o que fez com que percorrêssemos uma distância maior e que mesmo quase no final tivéssemos que pedalar uma subida íngreme e algo longa...
A partir dos 100 Km as minhas pernas (e eu...) quebraram um pouco, e valeu-me a força da minha amiga...
Foi mesmo uma grande aventura...
E agora o incrível é que não pedalo desde esse dia, há uma semana e um dia, portanto...


Os dados da pedalada:




Mapa do percurso pedalado:


As minha bicicleta a descansar um pouco no Farol de S. Pedro de Moel.


2 comentários:

Gaja Maria disse...

S. Pedro de Moel??? Estiveste mesmo aqui ao meu lado :)) Para a próxima que vieres para este lado diz qualquer coisa, vou dar-te uma beijoca :))

Algures no Oeste disse...

GAJA MARIA: Pois foi... Isto foi combinado tudo de repente e o tempo não estava nada agradável...
Mas numa próxima digo sim...
;-)