quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Caminhar, caminhar...

Por estes dias, com a bicicleta ainda por arranjar, e entretanto não pedalo há três semanas e uns dias, algo inédito na minha vida, tirando quando caí e estive a recuperar mas... adiante... Como estava a dizer, por estes dias, e agora que chegou agosto, o mês em que suspendo a inscrição no ginásio porque costumo estar de férias e, consequentemente, quero é pedalar, e como afinal não tenho bicicleta para pedalar, e correndo o risco de perder a forma e de ganhar peso, voltei às caminhadas...
Devia voltar às corridas, porque houve aí uma fase em que queria era conseguir correr, mas agora, não sinto motivação para correr pois se é algo de que nunca gostei e que sempre me custou horrores, para quê insistir em algo que me "chateia", já tenho tantas coisas para me "chatear" que o desporto não deverá ser uma delas... Mas para além disso, tenho e sinto umas dores esquisitas no calcanhar que se agravaram, precisamente, desde que desatei a correr...
Ainda achei que seriam dores causadas por umas botas manhosas que tinha mas agora com o Verão não as uso e a dor persiste e existe...
Às vezes à hora de almoço caminho 2 quilómetros para beber café e noutros dias, depois do trabalho, vou andar um pouco.
Ontem foram 9 quilómetros mas ao serão tive dores insuportáveis no calcanhar... Houve momentos em que mal conseguia andar ou colocar o pé no chão...
E de repente, eu que nunca fico doente ou tenho ou sinto mazelas, e que ignoro as doenças e dores por completo, depois destes anos todos em que comecei a pedalar já velha e a correr ainda mais tarde, sinto dores no calcanhar e nos joelhos por causa de quedas que dei da bicicleta... Já para não falar nas dores que estão no ombro e no braço e que se acentuam com o tempo frio ou quando estou alguns dias/semanas sem me ir exercitar ao ginásio... Perco logo parte da agilidade quando não ando lá pelo ginásio a fazer com que o braço trabalhe. Enfim....
As dores nos joelhos suportam-se mas... estão lá...
Já as dores no calcanhar... não são assim tão suportáveis...
Será que tenho que admitir que as dores estão a chegar, como quem não quer a coisa, por causa da idade, que os 42 já cá cantam... E que se estão a chegar e a instalarem-se confortavelmente, resta-me aprender a saber viver com elas...
Apetece-me dizer que é da "PDI"...!

A meio de uma caminhada que foi parar a meio da praia...

6 comentários:

Pedro disse...

Já falámos tanto a respeito da falta da bicicleta que nada mais há a acrescentar aqui.
Quanto às dores, não têm forçosamente que ver com o PDI se bem que tens que te ir habituando a isso. Com a minha idade e com a tua, já não se recupera com a mesma velocidade que aos 20 anos.
Resta aproveitares em pleno a idade da loba :p

Algures no Oeste disse...

PEDRO: "Credo", não somos assim tão velhos...
:P
Mas sim, a idade conta... e pesa...
O melhor é levar tudo de forma... 'leve'...
Quanto à bicicleta: pois... :O

Gaja Maria disse...

Chegaste á fase condor (com dor) :) bem vinda ao clube

Algures no Oeste disse...

GAJA MARIA: Pois é... É uma boa expressão realmente :-) E parece que cheguei mesmo ao clube...
:P

Pedro disse...

Eu conheço é as "Meninas Condor" da série "Na Casa D’Este Senhor" :D
https://www.youtube.com/watch?v=U8DIY8BLB5k

Aviso já que é um pouco underground e com um humor incompreensível para fãs de coisas como os "Malucos do Riso" ou do "Big Show SIC" :p
Recomendo vivamente:
https://www.youtube.com/watch?v=X4M1MGPfuOY

:D

Algures no Oeste disse...

PEDRO: Não conheço... tenho que ver, e ouvir...
:D