segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Coisas que se sentem debaixo dos pés...

Se há coisa que sempre me assustou foi a ideia de um sismo.
Não sei porquê mas tenho essa... "pancada"...
Não sou hipocondríaca nem tenho manias de qualquer género mas... esta ideia do sismo, persegue-me desde criança, ainda que, felizmente, nunca tenha sentido um sismo...
Quer dizer, nunca tinha sentido um sismo até ontem...
Estava tranquilamente sentada numa esplanada na rua, com os meus pés bem assentes no chão. Pois claro, onde mais poderia ter os pés assentes...
E em segundos senti o chão por baixo de mim a tremer, num reboliço que me fez lembrar a passagem do metro, em Lisboa, quando estamos à superfície, próximos duma estação de metro. A questão é que aqui pelo Oeste não há metro e por isso estava fora de questão ter sido um comboio subterrâneo a provocar aquela mexida...
Soube mais tarde que se tinha tratado de um "pequeno sismo" de magnitude 3.5 na escala de Richter...
Também me apercebi entretanto do número pouco usual de "pequenos sismos" que têm decorrido nos últimos dias aqui pelo Oeste...
Aqui está algo que me assusta verdadeiramente... Comecei logo a pensar em mil coisas e o que veio mais à tona foi o animal e biológico pensamento de proteger a minha cria...
Pensei também em coisas que não sei se serão assim tão parvas, tais como imaginar que poderia ocorrer um sismo numa ida à Ilha das Berlengas, algo que planeava fazer nas férias... Não sei se é a minha imaginação fértil a trabalhar, se são pensamentos parvos ou de filme mas... com tanto "pequeno sismo" aqui pelo Oeste, sinto-me algo renitente em me 'afastar muito'...
Bom, esperemos que não seja nada a não ser a Terra a dar de si e a (de)monstrar que está viva...


"Um sismo de magnitude 3.5 na escala de Richter foi este domingo sentido na região de Cadaval, Óbidos e Peniche, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Em comunicado, o organismo indicou que o sismo foi registado pelas 16:05 nas estações da Rede Sísmica do Continente, precisando que o epicentro localizou-se a cerca de seis quilómetros a norte-nordeste de Cadaval.Este sismo, de acordo com a informação disponível até ao momento, não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima III/IV (escala de Mercalli modificada) na região de Cadaval, Óbidos e Peniche", referiu a mesma nota informativa. O IPMA esclareceu ainda que se a situação o justificar serão emitidos novos comunicados."


(imagem 'surripiada' a uma amiga do Facebook...)

4 comentários:

Pedro disse...

Não senti nada. O que me põe num reboliço são outras coisas :)

Algures no Oeste disse...

PEDRO: Até é estranho não teres sentido nada...
Pois...
:-)

Anónimo disse...

e já não volta ???

Foi só caminhar.... em frente? :)

gosto de a ler
Maria

Algures no Oeste disse...

MARIA: Obrigada pela visita, até breve :-)