quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Diz que chega hoje...

Parece que o Outono chega hoje por volta das 15h21min e, na verdade, hoje de manhã senti que o tempo estava mais fresco... 
Já não calcei sandálias e trouxe o belo do casaquinho, como se tal peça de vestuário não fosse precisa e usada durante todo o Verão neste Oeste fresco, cheio de ventos e neblinas matinais ou vespertinas...
De certa forma, tinha saudades do Outono, parece que se podem usar e combinar outras roupas e formas de as vestir... A começar pelos sapatos e botas que não mostram os meus pés feios com os dedos de fora como acontece com as sandálias...
A única coisa de que não gosto muito é o facto de os dias ficarem mais pequenos até que atrasa a hora e a noite chega ao fim da tarde...
Vão-se os passeios de bicicleta ao fim do dia, depois do trabalho, que só poderão ser feitos aos fins-de-semana e nos feriados quando os há, e dá...
De resto, gosto daquela sensação mais acolhedora de usar roupas mais quentes e de pensar nas castanhas e nas cores outonais que aí vêem...
Foi também no Outono que o meu filho nasceu, portanto, ainda que seja a estação em que as folhas caem, os cabelos também e em que tudo parece envelhecer e quase morrer, para mim, é como que uma estação de renovação, de novidades e de esperança...
Veremos... 
Que cheguem o Outono e o Inverno para que a Primavera e o Verão cheguem mais depressa.
Por essa altura, todas as folhas que já caíram, ficaram lá atrás, e as novas (re)nasceram ou vão (re)nascer de novo.
E é assim que me sinto, a precisar que chegue a Primavera e o Verão, depois de ter passado pelo Outono e pelo Inverno, para que depois desta hibernação outonal e invernal, haja lugar à renovação e ao renascimento...

(fotos via Pinterest)





Sem comentários: