quinta-feira, 6 de outubro de 2016

E ela (a bicicleta...), como tem passado...

Pois que tenho aproveitado nalguns dias para ir pedalar ao fim do dia, depois de sair do trabalho, já que os dias são cada vez mais curtos...
São voltas rápidas e de poucos quilómetros (25 Km, 30 km no máximo...) mas que sabem muito bem.
Claro que nalguns dias isso implica algumas correrias entre Escola e atividades de filhote, as coisas da casa e outras que tais...
No entanto, chego a casa e mudo de roupa o mais rapidamente que consigo pois sei que o Sol se põe cada vez mais depressa e há que aproveitar o resto dos dias. Se bem que até tenho luzes para a bicicleta mas pronto. Há sempre outros afazeres domésticos e maternais que não deixam muito tempo livre...
Ao fim de semana, por vezes lá consigo dar uma volta ao sábado mas nem sempre pois tenho que fazer as compras para a casa, lavar, estender, apanhar e passar a imensa roupa da semana (minha e de filhote), tratar da casa, de filhote, dos trabalhos de casa e etc. e tal...
Como estou completamente sozinha, sem qualquer tipo de apoio ou ajuda por trás, o tempo é sempre algo escasso...
O que não tem falhado é a voltita de domingo de manhã, ainda que não esteja a ser tão longa como era habitual. Lá está, não tenho muito tempo livre e quando chego a casa, não tenho a mesa posta ou o almoço pronto à minha espera... Se eu não fizer nada, as coisas também não aparecem feitas...
Ainda assim, acho que estou a conseguir até pedalar um bocadinho mais do que era costume...
Enfim... Valha a bicicleta para desanuviar a cabeça naqueles dias em que... em que não vemos quase nada à frente ou à volta...






4 comentários:

Pedro disse...

Havia tanto a dizer sobre o que escreveste mas aqui não é o local para o fazer e tanto já te disse a este respeito que já nem vale a pena bater mais na mesma tecla, principalmente hoje que, também eu, não estou nada ‘católico’.
…mas se quiseres em escrevo na mesma, até porque vontade não me falta.

Algures no Oeste disse...

PEDRO: Pois...
Há coisas que é melhor guardar para nós...
:-)

Gaja Maria disse...

É assim mesmo. Uma voltinha faz milagres ainda que as coisas não apareçam feitas, vale a pena o esforço :)

Algures no Oeste disse...

GAJA MARIA: Pois, é isso mesmo, faz milagres ao corpo e à alma :-)