segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Pedalei..

Na sexta-feira ao fim do dia e depois de uma semana de trabalho, coloquei as luzes na bicicleta e fui dar uma volta que teve início de dia e que terminou já de noite, ainda que tivesse chegado a casa por volta das "apenas" oito da noite...
Ainda assim, as luzes deram imenso jeito pois a noite caiu e assim foi possível iluminar os caminhos com as luzes da frente e também dar conta aos demais transeuntes da presença da bicicleta com a luz vermelha colocada atrás.
Ainda assim, como não estava frio, soube muito bem esta voltita de fim de dia...

Ontem foi então dia de dar uma volta maior, como há muito tempo não fazia. Tenho o meu tempo muito limitado e quando dou uma voltita ao domingo de manhã, geralmente é mais curta e assim a modos que a correr.
Contudo, neste fim de semana foi então possível pensar numa volta maior.
Já tinha dado esta volta mas costumava regressar por outro sítio o que encurtava a volta para cerca de 70/72 Km, e assim, regressando exatamente por onde tínhamos ido, deu a bela quantia de 90 Km pedalados com a bicicleta de BTT num misto de trilhos, estradões de terra e algumas incursões pela estrada de alcatrão.
Até ver não tenho bicicleta de estrada mas é algo em que penso muito...
Bom, adiante.
Assim sendo, como estava a dizer, há muito tempo que não pedalava tantos quilómetros, não por falta de vontade ou de preparação física, mas por falta de disponibilidade e de tempo...
E a verdade é que me senti muito bem, apesar do esforço. Devo ter bebido quase 2 litros de água, fizemos pausas para lanchar, beber café, comer uma barrita aqui ou acolá, e no regresso não me senti cansada nem com dores nas pernas...
Diz o Strava que perdi qualquer coisa como 3143 calorias, e estou em crer que devo ter perdido 1 quilo. É que, ainda por cima, cheguei a casa sem fome e como já tinha passado a hora de almoço, 'limitei-me' a lanchar um lanche mais reforçado mas nada de muito intenso...
Enfim... houvesse tempo e, quiçá, uma bicicleta de estrada, e assim já poderia dar voltas maiores de bicicleta.
E não é que hoje também não me doem as pernas e que me sinto assim a modos que... revigorada...


- A pedalada dos 90 Km de domingo - 

- A pedalada de 40 Km ao fim do dia de sexta-feira em que já cheguei a casa de noite e com as luzes ligadas -

5 comentários:

Gaja Maria disse...

Algures, não sei como me escapou aquele post, desconhecia a tua nova situação. Não lamento pois se aconteceu foi porque assim tinha de ser e o importante é que deste a volta por cima e voltaste a pedalar e te adaptaste à tua nova situação. Isso é muito bom além de que tens o teu filhote, o teu tesouro. Beijinho grande :)

João L. disse...

Pois, essa é também para mim a melhor estratégia: ir mordiscando alguma coisa durante as pedaladas para não chegar casa esfomeado. Mas não o fazer durante a primeira hora, hora e meia que é para consumires o glicogênio armazenado no fígado e músculos. Assim, o que consumires durante as pedaladas é gasto durante as pedaladas e, se sobrar alguma coisa, vai apenas repor o glicogênio. Uma vez em casa duas peças de fruta são em regra suficientes para repor outros nutrientes.

Algures no Oeste disse...

GAJA MARIA: Não tem mal, são muitos posts ;-) E é isso mesmo, tinha de ser assim e o que tenho de mais precioso, o meu filhote, esse ninguém me o tira...
:-)

JOÃO L.: Exato, também só como algo de mais substancial depois de passada uma hora e tal das voltitas, e depois, lá vem uma barrita ou outra e uma peça de fruta apanhada pelo caminho :-)

inestcastro disse...

É tão bom quando nos superamos a nós próprios :)

Algures no Oeste disse...

É mesmo INESTCASTRO... :-)
Obrigada pela visita.