sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

À hora de almoço

À hora de almoço do trabalho fui com uma colega, uma amiga, ver como estava o mar para os lados da Foz do Arelho.
Lembrámos-nos de, 'assim de repente', e por causa das indicações de mau tempo, de ir espreitar a praia e o mar na Foz. Mas não se pense que somos algumas inconscientes e que fomos para o meio da areia ou para perto do mar para tirar fotos e sentir tudo ali bem perto...
Ficámos 'cá em cima' de onde pudemos observar o mar e a imensidão do horizonte com as nuvens a ficarem cada vez mais negras e o vento a soprar cada vez mais forte.
Quebrámos um bocadinho a rotina no nosso dia de trabalho e por uns instantes ali estivemos a contemplar o oceano e as vistas. E isto foi o suficiente para animar num dia cinzento e perceber que, de facto, viver no Oeste tem destes privilégios... 
Moramos e trabalhamos perto de muitos sítios belos onde depressa se chega por não haver trânsito ou outro tipo de engarrafamentos...
Lembrei-me que em Lisboa, muito provavelmente, não chegaríamos tão depressa e "tão-sem-gente" junto do mar ou duma praia conhecida...
Chuva, não a vimos.
Mas, garantidamente, que o trabalho da parte da tarde fluiu muito melhor...





Sem comentários: