segunda-feira, 19 de junho de 2017

Mais patetices... (de Veneza, com Amor...)

Este era, geralmente, o meu pequeno-almoço no Hotel onde fiquei em Veneza.
Não conseguia resistir aos 'croissants', que nunca como no meu dia à dia porque me engordam mas que fazem parte do meu imaginário infantil e juvenil, e, de vez em quando, lá vinha um bocadinho de bolo, algo que também não costumo comer frequentemente e muito menos logo de manhã.
Neste dia, bebi um café com leite mas em todos os outros dias bebi um "tè", um chá...
Pensei que estes dias iam passar depressa e que não tardava nada estava de volta às minhas torradas de pão integral e ao chá verde ou preto pelo que não queria saber da linha em Veneza e tinha que me deliciar e aproveitar tudo o que via e... comia...
Mas isto tudo para dizer que as tonterias continuam, não me consigo esquecer de Veneza, e, duma forma muito pateta, por vezes dou por mim a abrir o saco onde guardo de recordação os mini sabonetes e as mini embalagens de gel de banho que trouxe, à "socapa", do Hotel, e inspiro o cheiro que está dentro do saco.
Eu sei, é demasiado parvo para ser verdade mas... fecho os olhos, cheiro o aroma dos sabonetes e de repente sou transportada para Veneza, para o Hotel e para os dias felizes que ali vivi...
Acredito que tudo isto passe mas, para já, as memórias são demasiado frescas e não há dia que passe, não há dia em que acorde de manhã e não pense em... Veneza...
Quando o aroma dos sabonetes fechados no saco passar, ficam as memórias gravadas na alma e no coração e as milhentas fotos tiradas...
Um dia quero lá voltar... Para saber se continuo apaixonada ou se irei sentir que já está tudo visto e que já ali estive... Duvido mas...


2 comentários:

Pedro disse...

Se quiseres ir a Florença comigo, metemo-nos no comboio (uma dúzia de euros e 2 horas de caminho) e voltamos a Veneza para jantar, passar uma noite e ver se ainda está tudo como deixámos. Mas atenção, eu sempre ouvi dizer. Não voltes onde já foste feliz.
…e há tanta Europa para conhecer.

Algures no Oeste disse...

Pedro: também sempre ouvi isso, nunca voltar onde se foi feliz... mas neste caso é difícil resistir...
Contudo, concordo contigo, há tanta Europa e tanto mundo para conhecer...
E por que não, Florença também é um dos destinos que adoraria conhecer... vamos "nessa"...
:D