quinta-feira, 22 de junho de 2017

Para o que me havia de dar...

Há algum tempo que não cozinhava algo... "diferente"... 
Trouxe umas massas coloridas de Veneza e também podia ter tirado fotos pois fi-las com 'Bacon' e anchovas, ainda inspirada pelas pastas de Veneza, mas acabei por não fotografar nada...
Mas ontem também me deu uma inspiração súbita, a propósito de nada, e, mais uma vez, fiz... massa... está difícil esquecer Veneza e tudo o que por lá comi e senti...
E por isso, e a pensar naquele 'ambiente', fiz esta esparguete com tomate cherry e atum que me soube pela vida. Não desfazendo, estava muito bom...
Refoguei três dentes de alho em azeite aos quais juntei o tomate cherry (metade da quantidade que costuma vir nas caixinhas).
Entretanto coloquei uma lata de atum e deixei refogar mais um pouco tapando a frigideira.
À parte já tinha cozido o esparguete e por fim juntei tudo na frigideira, acabando por envolver a massa com o alho, o tomate e o atum.
A casa ficou perfumada com este singelo prato e a minha boca e a minha alma deliciaram-se ao saborear algo que, uma vez mais, me transportou para longe, para fora daqui... 



3 comentários:

Miguel Bondurant disse...

Estás a entrar numa área muito interessante :)

Gaja Maria disse...

Que bom aspecto :)

Algures no Oeste disse...

Miguel: é uma área da qual sempre gostei mas que tem andado "arredada"...
:-)

Gaja Maria: Obrigada, ficou muito bom realmente...
:D