terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Um sismo e uma morte, no mesmo dia

Não sou dada a estas coisas ou a este tipo de 'posts' mas...
A morte da Dolores O' Riordan mexeu comigo. Comprei cds dos Cranberries na minha longínqua adolescência e a sua morte repentina relembra-me quão frágil e vulnerável é a nossa vida... e como uma música, ou outra, nos pode marcar para todo o sempre... 
A música que aqui deixo, ficou para sempre na minha cabeça, e coração...

E ontem foi também o dia em que pela primeira vez senti um sismo de forma intensa. Mas disso, já toda a gente falou...
Estava sentada na secretária do meu trabalho, na altura sozinha no gabinete, e de repente sinto a cadeira e a mesa a tremer. Olhei em frente e vi papéis e dossiers a abanar.
Senti mesmo uma espécie de abanão e senti vontade de ir para debaixo da mesa... Naqueles segundos lembrei-me da minha tara com sismos...
É que há quem tenha a pancada das doenças ou medo de alguns bichos, já eu tenho a pancada e o pavor dum qualquer sismo mas enfim, afinal, e ainda bem, não foi nada...


Sem comentários: