segunda-feira, 26 de março de 2018

Mais um filme, mais uma pipoca, ou várias...

Pois é, neste fim de semana não houve bicicleta por causa da imensa ventania e do frio mas houve cinema e foi bem engraçado.
O filme que vi foi A Agente Vermelha ou Red Sparrow no original e ainda que tenha alguns 'clichés' políticos e cinematográficos, é muito agradável de se ver e de pensar no que vai acontecer a seguir.
Claro que também gostei da parte cor-de-rosa do filme que foram as roupas e os cabelos da personagem principal, Dominika Egorova. Bom, e talvez do peso, ou da magreza, e da sua suposta força e determinação...
Fiquei admirada com o envelhecimento do Jeremy Irons mas também já conta com 70 anos, o que se poderia esperar...?
Também dei de caras com uma atriz que conhecia duma série que vi em tempos, Nip Tuck, e que fazia de mãe da Dominika, enfim, o tempo não deixa mesmo ninguém escapar...
Ainda comemos pipocas, mas sem incomodar os outros, é que assim de repente havia pessoas, vulgo jovens senhoras, que tinham as suas pernas e pés esparramados e esticados sobre as cadeiras da fila que estava à sua frente, e no intervalo e no fim do filme, dá ideia de que todas as suas pipocas estavam caídas no chão... Portanto, foi a junção de maus modos, falta de educação e ainda duma espécie de javardice pegada...
Como é possível estar-se no cinema como se se estivesse em casa, ou pior ainda, sem quaisquer modos ou educação...
Que grosseiro, ou... que grosseiras... lá feias e porcas eram, e se calhar têm a mania que são... más...
Devo estar a ficar... velha...










2 comentários:

Pedro disse...

Um filme bastante interessante. Não sendo uma masterpiece, com tanto lixo que se vê ultimamente, já que o cinema se assemelha a um lugar onde a qualidade parece ter ido para parte incerta, este filme foi uma lufada de ar fresco nas más "fitas" que me têm passado pela frente dos olhos.
No que toca à parte fútil. Ficava-te bem um gorro de zibelina - mas artificial - porque esfolar animais para fazer casacos e gorros não é para mim.
Quanto ao comportamento das pessoas, vou fazer um copy/paste do meu tweet de ontem:
"Há uns anos, tínhamos sempre uma atenção para com o arrumador e a senhora do bengaleiro. Agora são tipas que muito teriam a aprender com as senhoras do bengaleiro e outro género de arrumadores que preenchem as paupérrimas plateias."
Tenho dito! :)

Algures no Oeste disse...

Pedro: disseste tudo, o filme foi interessante, e também acho que um gorro daqueles me ficaria bem, artificial, claro, e que as fulanas com tantos maus modos e tão grosseiras, tinham realmente muito a aprender... enfim...
Beijinho :-)