sexta-feira, 13 de abril de 2018

Sexta-feira, 13

Enquanto vou lá fora tratar da cadela, a porta de casa fecha-se, estando a chave do lado de dentro...
De repente vejo-me na necessidade de saltar o muro de casa porque, "vá lá", uma das janelas estava aberta...
Senti-me uma espécie de agente secreta ou de assaltante a assaltar a minha própria casa.
Saltei o muro, empurrei os estores, sento-me no parapeito da janela, dou um impulso, rodo as pernas e eis-me a saltar para dentro de casa...
E se não tivesse a janela aberta...?
Ora bem, não faço ideia do que faria porque não tinha comigo a chave de casa, do carro ou o telemóvel, carteira, and so on...
Há dias de sorte no meio do azar.

2 comentários:

Pedro disse...

Convém explicares bem que foi saltar o muro mas do interior do quintal para o lado da rua para só depois voltares a entrar em casa pela janela da frente.
Giro seria se estivesses em cuecas.
Diz que é azar. É como no resto ;)
Acorda que já é dia :)

Algures no Oeste disse...

Pedro: Pois, foi isso sim, tal e qual como descreves.
Isso não seria nada giro pelo que estava mais que vestida :D
Pois...
;-)