segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Caí, tal como acontece na vida de vez em quando (fotos não aconselháveis a pessoas sensíveis...)

Pois é, nem tudo são rosas e para além da vontade de desistir quase no fim (ou seja, ao fim de pedalar quase 33 Kms) dei um valente trambolhão da bicicleta. Nem sei como foi mas, numa descida cheia de pedras, em segundos estavam eu e a bicicleta no chão... Fiquei com o cotovelo arranhado, as costas magoadas, mas o pior foi a minha perna... Deitou sangue aquando da queda, e depois do banho parece uma perna que foi atacada por um bando de gatos assanhados...
Naqueles segundos da queda acho que perdi a noção da realidade porque comecei a chorar compulsivamente e só dizia parvoíces do género grandes reflexões sobre a minha vida como por exemplo, sou uma desgraçadinha e para que é que estava ali a pedalar tanto e blá, blá... Acho que um estalo tinha-me feito bem mas... adiante!
Mas tal como os tombos da vida, depressa me levantei, com a ajuda do meu marido, e prossegui. Podia ter desistido mas a força do meu marido e a minha teimosia não deixaram... Foram 40 Kms mas não foi como ir de Torres Vedras a Lisboa na auto-estrada. Foram 40 Kms na mesma zona, às voltas, mas por caminhos realmente difíceis, cheios de surpresas, inclinações, buracos, areias, lamas, pedras, subidas inclinadas, descidas ainda mais inclinadas.
Depois disto chego à conclusão que deveria ter tido um lado da vida mais desportivo quando era mais nova. Tinha-me feito tão bem entrar em competições, fazer provas, dar tombos valentes e a seguir levantar-me... E se eu tivesse agora 20 anos, iria empenhar-me mais na bicicleta e no BTT. Como tenho quase 40, vou andando e fazendo o que posso...
Dores não tenho. Apenas uma sensação boa indescritível e uma dose de auto-confiança que não consigo explicar. Apesar de tudo, de todas as contrariedades, do cansaço imenso, de quase deitar os pulmões e o coração pela boca, cheguei à meta...

- fotos retiradas -

8 comentários:

Mamã Etc e Tal disse...

Oh rapariga, em que estado ficou a tua perna!:S Mas concordo contigo, as competições, as quedas, e tudo o resto podem causar mazelas de vez em quando, mas contribuem muito para o estado de espírito e para tornar as pessoas mais 'duras'.

(Tenho andado por aqui mas ainda a meio gás. Já sabes que gosto muito do teu blog aliás, deste e do outro - e ando sempre por aqui, embora nem sempre deixe comentário. Já pus em dia o que perdi durante as férias. :) )

Olha lá, tu não tens quase 40. Pára lá de dizer isso. Eheh Estás, isso sim, em plenos 30s. :P

Beijocas e as melhoras!

mamã da princesa disse...

Tal como na vida, exactamente...

Mas que queda feia!

Beijinhos grandes

SC disse...

Ai miga.... até estou arrepiada... bem deve ter custado tanto!

As melhoras
Jokas grandes

Maria disse...

Bolas!!! Deve de ter sido uma queda e tanto... As rápidas melhoras e parabéns pela corrida!!! Nunca desistir!!! Isso mesmo!!!

Beijoquinhas fofas

teresa disse...

Que queda. Mas tens razão depois de cada queda temos de levantar e seguir em frente.
Mulher de coragem.
Beijos.
Teresa e Matilde.

MMCS disse...

Bolas!
As melhoras!

Beijocas!

Carla Isabel disse...

LINDAAAAA..estás a surpreender-me pela positiva, muito!!!

Beijos grandes e com muitas saudades!

Cris disse...

Bem, que grande queda :-(

As melhoras rápidas.

Beijinhos.