sexta-feira, 24 de setembro de 2010

É possível falar com a Natureza...?

Eis algo que eu também nunca tinha feito na vida, contemplar, admirar, pensar e 'falar' com a Natureza que me rodeia. Isto acontece durante as minhas caminhadas rápidas e corridas no parque em que dou por mim a observar como é maravilhosa a paisagem que me rodeia e como tem um efeito calmante sobre mim...
Como estamos em silêncio e tenho a sorte de ter um espaço imenso só para mim, consigo ouvir todos os ruídos, todos os pássaros, o vento e o som das árvores, tal como já tinha escrito aqui.
Não consigo explicar mas o som da afinidade do vento com as árvores encanta-me e é como se chamasse por mim ou é como se falasse comigo...
A juntar a tudo isto, tenho a minha cadela comigo, a minha amiga e companheira, que me é leal e que eu sei que nunca me irá desiludir ao contrário de muitas pessoas que me rodeiam...
Durante aquela meia hora/quarenta minutos sinto-me em sintonia com o ar livre que me rodeia e que me diz que vamos estar alguns meses sem nos encontrarmos ao fim do dia porque às sete e pouco da tarde, já sinto e vejo a penumbra do sol a pôr-se e a ir embora... É como se estivesse também a chegar ao fim de uma das caminhadas da minha vida, a perda de peso e o encontro comigo mesma e com o mundo que me rodeia...

2 comentários:

SC disse...

Por isso mesmo é que já estou a pensar cravar a Bicicleta de manutenção à minha tia que não a usa e está lá para um canto... lol

Jokas

365 Ideias disse...

Há muitos anos atrás eu passava férias num monte alentejano, um monte isolado, sem vizinhos por perto. Agarrava num cajado, chamava o cão "Maroto" e caminhava pela Herdade. Nessa altura também eu falava, não com as árvores, que o Alentejo é pobre em arvoredo, mas falava com os montes, e com as ovelhas, e com o junco no Vale... saudades desses tempos...