sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Eh pá, vim agora da rua com o blusão à Madonna

Pareço uma criancinha com um brinquedo novo.
Ah e tal, como hoje não fiz nada, deixa-me cá ir caminhar um pouco depois do jantar com a minha amiga canina.
Ah e tal, mas está fresquinho, não sei o que vestir por cima da camisa de manga curta que, por sinal, também foi uma aquisição recente, justa e cintada ao corpo e era também uma peça de roupa que não vestia devido às gordurinhas (as camisas, pois está claro).
Ah e tal, deixa cá ver no roupeiro...
Eh pá, que chatice. Não me ocorre mais nada e assim de repente o blusão à Madonna está assim a modos que a olhar para mim, ainda com a etiqueta pendurada.
Eh pá, é isto mesmo, quem diria que não ia vestir outra coisa...
Vesti-o, tirei a etiqueta e aí fui eu. Só faltavam as botas mas como ainda ando de sandálias, também serviram. Realmente senti-me uma espécie de "pop star" e a ver pelo facto de que nem um vizinho me reconheceu enquanto trocava dois dedos de conversa com a minha outra vizinha holandesa, devo ficar com outro ar, nem que seja um ar aparvalhado por causa de tanta baba com o blusão. E aqui pelo blog já devem deitar o blusão e a Madonna pelos olhos.
Bem, mas gastei umas míseras 173 calorias e senti-me tão aconchegadinha com o blusão que até estava com medo que lhe acontecesse algo...

Sem comentários: