sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Começo a sentir-me uma mãe um bocado à frente

E tudo por causa das roupas, mas será isto possível...?
Hoje de manhã lembrei-me duma espécie de calção comprido que comprei há uns meses e que vesti uma única vez na saída à noite que tivémos nessa altura.
São parecidos com os que estão nesta foto, são pretos também, mas ficam-me um pouco abaixo do joelho, e não acima.
Na altura vesti-os com sandálias mas hoje acordei e parecia guiada por um aconselhador de roupas (só não sei se bom ou com menos gosto, eh!eh!) e automaticamente calcei as minhas collants pretas opacas, os calções por cima que diga-se de passagem estão muito largos na cintura e um pouco na coxa (e isto de Maio até agora...), as botas compridas e uma blusa a combinar.
Estou tão diferente no estilo de roupa que uso agora que até me sinto um bocado à frente com estas conjugações de roupas. E penso sempre no meu filho, que agora tem uma mãe assim "à frente"... Mas o que importa é que me sinto bem...
E porque é que não me sai o Euromilhões para poder ir comprar milhentas roupas, botas, sapatos e sei lá que mais, isso é que era!

3 comentários:

kombi disse...

é mesmo, quem é mais magra parece mais jovem e versatil, e pode variar mais no estilo de vestir.

SC disse...

Pois era....
Era Era....
O que importa é que te sintas bem, o resto... deves estar linda.
Não vejo a hora de andar com esse espírito também, tu percebes.

Jokas e bom fim-de-semana

MakingMoney disse...

Pra frentex é que é... eu já fui uma mãe assim, mas agora devido ao excesso de peso escondo-me atrás das roupas menos vistosas... tenho mesmo de perder peso... pora acaso não tens por aí um bocadinho de força de vontade que possas ceder à je? mandavas pelo correio, hum?
Ainda por cima hoje sinto-me inchada, deve estar a aproximar-se o meu "mais que tudo", regressado depois de um ano de ausencia... bahhhh