sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Não sei o que é pior...

Se entrar muda e sair calada das reuniões de pais ou ficar impávida e serena a ouvir "baboseiras" da parte de algumas mães, não concordando com algumas mas também não tendo coragem de dizer absolutamente nada.
Afinal ainda persiste um bloqueio social em mim: limitar-me a ouvir o que se diz na reunião que ao meu filho e à creche que frequenta diz respeito...
De qualquer forma, para mim está tudo bem e não vejo problema algum em que as educadoras e as auxiliares deêm às crianças, de vez em quando, bolacha maria ou que comam alguns doces dos aniversários dos coleguinhas ou ainda que vejam um pouco de televisão ao fim do dia... Acho que é melhor verem TV ao fim do dia do que estarem na rua com 10º ou menos... Mas isso sou eu que acho...
Constato que o meu filho está a crescer, que vão já (já estão) fazer os números e algumas letras, nomeadamente o nome, que agora os recados (triviais) serão ditos por eles em casa aos pais e eu que não liguei nenhuma quando o filhote me disse que precisava de folhas secas para a escolinha (shame on me...) e que está cada vez mais perto da 'pré-primária'.
Viémos de lá com um livro do ensino pré-escolar, para as suas idades, e agora tenho que o forrar. Já agora, alguém me quer dar dicas sobre como forrar livros?!
Também tinha em mente escrever um pouco de má língua sobre a questão da bolacha maria mas... vou conter-me e fico por aqui...

8 comentários:

kombi disse...

eu dou sempre opinião, está-me no sangue :D, sei que ás vezes grande confusão aminha opinião, talvez pq não concorde com muito que se vive e sou de comparar aquilo que passei a nivel de educação,que até foi boa, e noto que não me fez mal nenhum....1 exemplo na reunião da V11/6ºano o profe reuniu-nos para dizer que aturma este ano está impossivel parece que "andam com injecções de adrenalina" que é impossivel darem aulas tal é o barulho, não são mal educados mas estão ali mais pelo acto social do que para aprender, resultado estão atomar medidas no sentido de marcar falta a quem não obdece, sendo que á 3ª será suspensão por 3 dias.

sugeri ( e talvez por já estar a par da situação, a V conta-me) que em vez das faltas que são vão fazer com que se achem os maiores e se gabem que tal coloca-los a fazer algo útil como varrer o pátio da escola, ajuar ns almoços, ou na parte da papelada da escola etc, assim iria fazer com que pensassem 2 vezes em vezes em vez de fazerem algo.

Houve logo uma mãe que se opós, dizendo que na lei portuguesa é proibido menores de 16 anos trabalhar.....enfm ao ercebeu o meu conceito, mas fique feliz pois o profe prcebeu e referiu que iria transmiti aos outro profes.

( numa escola que tabalhei dava-se este tipo de castigo, crianças mais novas, o que fazia com que uma funcionária andasse com a criança a fazer a tarefa, resultado fazia com que essa pessoa atrasasse trabalho mas a criança sentia-se envergonhada que pelo menos durante uns tempos portava-se bem).

Cris disse...

Se concordas com as coisas, não tens que falar, acho eu...

Na reunião da escola da minha filha, assisti a mães que por algum motivo que a elas dizia respeito reclamavam com a educadora, responder a outras mães "Não estou a falar consigo, pois não?" quando outra mãe se metia à conversa...

Eu só falo se houver alguma coisa que não concorde ou que me suscite alguma dúvida.

Não entendi o teu rótulo de "bitch" - para mim, vestes-te normal...

Beijocas.

kombi disse...

há.... com tanta opinião (minha) esqueci-me......forro os liros com papl autoculante e olha que não é dfiçil, este papel hoje em dia nao é tão resistente mas co jeitinho dá para decolar se nos engana-mos, t sei que há papelarias que vendem umas forras muito resistentes, que estão prontas a colocar e tirar os livros, não são autcolantes, por aqui custam 1.40€ ( dispendioso para quem teve que forrar 16 livros) penso que no Contnente tb havia esta capas mas eram uma medida abaixo e não deu para os livros de cá de casa.

Agora uma ideia, antes de forrar os livros coloco uma foto e o nº de telm de quem é o livro, forro por cima, assim o livro ficar bem identificado.

Algures no Oeste disse...

CRIS: Bitch não é no verdadeiro sentido do termo, é mais tipo má língua, como nas dona de casa desesperadas, lá vai aquela "bitch". Eu também acho que me visto normal, eh!eh! Nada de exageros :O

KOMBI: OBrigada pelas dicas, acho que vou procurar essas forras porque é só um livro e talvez assim seja mais fácil :))

Beijinhos!

mamã da princesa disse...

Eu por norma também só falo para esclarecer alguma dúvida ou se não concordar mesmo com alguma coisa.
E nesse caso tb sou uma má mãe, porque uma bolachinha maria não faz mal a ninguém...

Quanto ao livro penso que já tens a solução, mas ainda assim digo-te que forrava os meus livros com um plástico que se vendia nas livrarias ao metro... adorava fazer isso!!!! Na altura ainda não havia essas modernices!!!

Beijinhos grandes

SC disse...

Pois... eu tenho este defeito em mim... tenho que opinar sempre... aliás até porque quando acho que está mal, ou que é alguma ideia "iluminada" no mau sentido, sou incapaz de concordar ou me manter calada... mas eu sou assim... uma desbocada!Também temos um livro... lol
Quanto ao forra.... eu faço assim:
Compro papel autocolante transparente, coloco o livro em cima para ver o aproveitamento e corto, tiro a pelicula colo 1º a lombada de pois de um lado e depois viro para o outro. Antes de meter o restante para dentro, passo uma régua pelas faces para sairem as bolhinhas de ar, depois é só meteres o restante para dentro para rematar.
Podes colocar a identificação antes de forrares para ficar também plastificada e assim não sair.

Jokas

mamã da princesa disse...

Ó amiga, coloquei-te visivel no meu blog, na barra de lado nos blogs que acompanho, caso não queiras estar por ali visivel e continuares só nos que sigo é só dizeres sff

Beijinhos grandes

mamã da princesa disse...

apaga o coment anterior sff
bjinhos