domingo, 28 de novembro de 2010

48 horas

Não, não é o nome duma nova série. São as horas que passei 'offline', o que, em termos pessoais, é assim uma espécie de recorde... E o mais curioso é que não senti a falta, não me apeteceteu, não tive vontade nem curiosidade e só agora aqui vim porque o filhote está a ver uns desenhos animados e o maridão teve que sair.
Estou muito constipada, cheia de ranho, tenho espirrado imenso, tenho frio e doem-me as costas.
Para terem noção do estado lastimável em que me encontro basta dizer que não fui caminhar,  não fui correr nem andar de bicicleta, logo agora que tenho umas roupinhas "concebidas para as senhoras que praticam regularmente ciclismo com tempo fresco"... 
Para além disso sinto-me cheia, o meu coração está cheio. Ontem foi dia de maratona citadina. A ida a Lisboa implica visitar tudo e todos, dentro do possível, e o tempo passa a correr e não chega para nada ainda que tenhamos uns desvios consumistas mas até isso está a mudar.
Sempre que vamos a Lisboa, visitamos um ou outro 'shopping' e uma ou outra loja gigantesca que não temos à mão no Oeste mas desta vez o curioso é que não comprámos quase nada, à excepção dos artigos desportivos que trouxemos da gigantesca Decathlon... Eu e o maridão andamos mesmo numa de vida saudável...
Mas sinto sempre que falta algo e sinto sempre que o tempo que passamos com a nossa família é (muito) pouco...

Sem comentários: