sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

A "cena" de hoje na Creche foi bem pior...

Começou de mansinho, como ontem, agarrado a mim, às minhas pernas, depois com a cabeça encostada e enfiada no meu pescoço. Por causa disto até fui para o meio da sala e das outras crianças e fiz algo para o distrair mas que no fundo era o meu desejo secreto infantil a chamar cá dentro: tocar um pequenino xilofone (!). Não sei porquê mas sempre tive pancada por xilofones. Adiante. Não resultou e para além das crianças todas a olharem para mim, a mãe que mais próxima deve estar do tecto da sua sala e por isso lá muito em cima, o meu filho continuou agarrado à minha perna.
Eu mais que atrasada para ir para o trabalho, as auxiliares e as educadoras a tentarem distrai-lo e quando lhe pegam ao colo para se "soltar" de mim, foi do piorio. Começou num berreiro a chorar e a chamar por mim mas eu tinha mesmo que me vir embora e aquilo, para uma mãe que está habituada a um filho independente, 'desligado' e nada dado a estas coisas, despedaçou-me o coração...
A Educadora do filhote vinha a chegar e tranquilizou-me. Disse que podia ser uma fase porque realmente ele não é (ou não era) nada assim mas ela percebeu como eu estava nervosa com esta situação, quase chorava também...
Ainda bem que é sexta-feira e que não tarda nada estamos juntos outra vez...

2 comentários:

mamã da princesa disse...

E fica-se tão "mal" quando os deixamos assim... mas depressa lhe passa, é a sorte! É o que eu penso para me "consolar"!

Hoje por cá, também ía havendo "cena"... ainda começou, mas vim-me embora antes que avança-se mais... ás vezes a solução é deixá-la, dar beijinho e vir embora, sem muitas conversas com as auxiliares, a educadora ou os outros meninos/as.

Amanhã é fim de semana e vão er dois dias de mimos!

Beijinhos grandes

Cris disse...

É uma chatice quando assim é :-(

A minha não chora, mas agarra-se a mim e não me deixa vir embora enquanto não chegam as amiguinhas dela :-(

Às vezes tenho mesmo que a "entregar" a uma das auxiliares, porque obviamente não posso ficar à espera das outras meninas...

Espero que a situação melhore.

Beijinhos.