domingo, 2 de janeiro de 2011

Madrasta arrasta enteado para caminhada rápida e corrida matinal

Depois de uma semana (e tal para ser mais concisa) a enfardar, sem me mexer do ponto de vista do exercicío físico (e por causa disso quase com uma neurose desportiva) e ainda que toda a gente que me vê/encontra/com quem estou/converso, etc. e tal, me diga que estou mais que magra, que estou muito diferente e inclusivé cadavérica (como é isto possível, eu cadavérica, mas adiante, se bem que numa foto da passagem de ano em que tenho um decote maior realmente notei os meus ossos e não gostei...), tive que ir fazer um mini-jogging matinal...
Comigo e com a amiga canina, e porque acho que lhe faz falta um lado desportivo na vida, 'arrastei' o meu enteado de quase 12 anos para algo que nunca faz: andar depressa, caminhar vários quilómetros e quiçá correr. Há uns tempos tínhamos ido andar depois do jantar mas já sei que ele no seu dia à dia não se mexe muito...
Acho que estes pré e adolescentes estão muito fechados em casa, principalmente quando vivem em meios urbanos como é o caso do mano do meu filho. Dominam os jogos todos, a televisão, as PSPs, as Nintendo e sei lá que mais, mas depois quando toca a destreza física estão completamente 'atrofiados'... Bem, mas isto dava para escrever aqui um tratado sobre este assunto e o que eu queria dizer é que lá fomos os dois, mais a cadela, e ainda assim fizémos quase 4 quilómetros. Transpirou, eu transpirei ainda mais e por isso lá andei eu feita tonta de manga curta sob 12º e por fim chegámos a casa cheios de lama, foi uma espécie de BTT das caminhadas.
Soube-me muito bem esta corrida e nem parece que estava parada há mais de uma semana (do ginásio) e que não corria há cerca de duas semanas...

Sem comentários: