sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Mensagem subliminar

Foi o que pensei enquanto no silêncio do carro tocava uma música (da qual nem gosto muito, nem da música nem de quem a canta) que dizia "estou a aprender a ser feliz". E de repente parece que, como nos filmes, parou tudo à minha volta, e aquelas palavras martelavam na minha cabeça, como que a quererem entrar na minha cabeça dura que tem tudo para ser feliz e estar tranquila e é tantas vezes inconstante, insegura e quase neurótica com detalhes sem importância.
"Estou a aprender a ser feliz", é isso mesmo que tenho tentado, levar a vida mais tranquilamente, não querer tudo feito e pronto na hora e no momento, aprender a esperar e a conviver com o que presente me dá, viver o dia-à-dia de forma mais calma, apreciar e disfrutar os que me são próximos e realmente importantes. Passar por cima do que não interessa, não ligar ao que já lá vai e sobretudo não matar a cabeça e os meus pensamentos com quem não importa nem interessa.
Eu sou eu, ponto final, parágrafo.
Aprender a ser feliz, sempre e para sempre com a esperança de que tudo se resolve e que vai melhorar...

Sem comentários: