sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Pulos

Sinto e noto que o meu filho deu um "pulo", tanto no crescimento físico como no seu desenvolvimento intelectual, emocional e psicológico.
Está comigo todos os dias mas ainda assim consigo notar diferenças. As mais óbvias e que saltam à vista é o seu crescimento em altura pois de repente as roupas e calçado deixaram de servir. Há camisolas compradas em Novembro, para 5 anos, que custam a entrar e a vestir. Há calçado que se estraga constantemente e o número 27 que ficava folgado já parece começar a fugir.
De repente parece que tudo encolheu e eu que sou daquelas mães que compra sempre as roupas a pensar no ano a seguir, vejo essas mesmas roupas, supostamente grandes, a ficarem curtas... Por isso agora compro tudo para 6 anos...
Depois olho para ele e as 'feições' também parecem ter mudado. Está mesmo com ar de menino, reguila e traquina por sinal. Tem uns olhos escuros muito expressivos e consegue ser muito sedutor, meigo e também muito chatinho com tantas perguntas que faz e com a conversa constante. Raramente ou nunca se cala e/ou se dá por resignado. Contra argumenta, reclama, insiste, não desiste e arranja sempre forma de dizer o que quer.
Quando já esgotámos as nossas respostas e dizemos um simplório "porque sim" ou "porque não" recebemos de volta um "porque sim não é resposta" ou "porque não, não é resposta".
E quando lhe pedimos quase encarecidamente "filho, por favor, cala-te um bocadinho", recebemos de volta uma resposta eloquente: "não consigo"...
E assim eu e o pai ficamos quase com o cérebro a deitar fumo perante tantas mas tantas perguntas sobre tudo e mais alguma coisa. Repara em tudo e questiona-nos sobre tudo.
É o meu menino, o nosso menino e eu vejo o tempo a esvair-se e a correr e parece que ainda ontem tinha nascido e agora caminha a passos largos para os 5 anos...

1 comentário:

Isabel disse...

O tempo voa mesmo! Ainda "ontem" eram os nossos bebés e agora são os nossos meninos!

Beijocas grandes!