sábado, 26 de março de 2011

Ia dizer que a manhã tinha sido de dondoquice mas...

Mas caramba, farto-me de trabalhar e por isso também tenho direito a cuidar de mim e a termos momentos de relaxamento depois de passar a semana num lufa lufa constante mais o trabalho de casa e sei lá que mais.
Assim sendo, fui arranjar e dar um jeito no meu cabelo. O filhote foi comigo para o pai poder ir pedalar e cortou pela primeira vez o cabelo numa cabeleireira e não no "senhor barbeiro". Foi a incursão do meu filho no maravilhoso mundo feminino da estética porque ficou deveras curioso ao ver arranjarem-me as sobrancelhas e as mãos, algo que costumo fazer a mim mesma...
De qualquer forma fiquei espantada por não terem havido birras nem ataques de mau feitio, nem exigências, nem choros, nem pedidos, nem exigências, nem mexidelas inconvenientes, nada... Até quando lhe cortaram o cabelo ficou caladinho...
Saímos e rumámos a uma feira onde não ia há muito e se há coisa de que eu gosto são feiras, "sei lá!!!". O meu filho está numa fase encantadora. Lá fomos os dois e ele sempre sossegado e a conversar. "Enfeirámos" dois calções para o Verão do filhote pela módica quantia de cinco euros e a seguir veio a perdição... Um chouriço picante e uns sete queijinhos num saquinho, ui, que delícia!!!
Casa. Roupas. Lavagens. Almoço. O costume numa vida normal... Confecção de bolos e... aí fui correr e fartei-me de transpirar porque tenho aumentado o grau de exigência a mim mesma. Chateia-me ter que levar e atar a camisola ou o casaco que levo por cima da blusa de manga curta à cintura mas não tenho onde a deixar...
Estabeleço objectivos e tento cumpri-los por forma a que consiga evoluir e fazer cada vez mais. Nestes momentos parece que estou imensamente longe de tudo e sabe-me tão bem o silêncio total. Quase ouço as batidas aceleradas do meu coração quando faço subidas íngremes ou acelero muito o ritmo... Ouço principalmente os meus pensamentos e por muito que tente nunca consigo ter ou ficar com a cabeça vazia...

3 comentários:

akombi disse...

tb adoro feiras, mercados e praças, ultimamente é lá que compro legumes e frutas, sempre têm mais qualidade e como sustumo ir durante a semana os preços são mais em conta ;)

Cris disse...

Mimar-nos lava-nos a alma lol

Eu não costumo ir a feiras, não sei comprar lol Mas sempre que fui, fiz boas compras... tenho pena por não ter companhia, pois ia mais vezes.

Quando vejo as tuas fotos, penso cá para comigo se não tens medo de andar assim sozinha... é claro que não... mas aqui era impossível eu andar assim por caminhos desertos... é um bem precioso que tens aí ao teu alcance. Tão bom!

Beijinhos.

Algures no Oeste disse...

CRIS: Deixa lá que eu penso o mesmo! No início estava sempre a imaginar alguém a sair dos arbustos para me atacar, é o que dá ver muitas séries policiais. Mas depois concluí que mais valia não pensar nisso porque ali pode acontecer mas seria algo muito raro.
Beijinhos!