segunda-feira, 14 de março de 2011

Primeiro um Ben Ten, depois um cromo do Bakugan, o cantil do Ruca e por fim a guitarra

O filhote portou-se mal. Portou-se mal, ponto final, parágrafo.
Posto isto e como não fazia o que EU queria, ameacei-o de que o Ben Ten ia pela sanita abaixo. Simulei o seu afogamento nos esgotos levantando e descendo a tampa da sanita e carregando no autoclismo. O filhote desatou aos berros, mas daqueles berros desesperantes e desesperados por imaginar o seu querido Ben Ten a ir pela sanita abaixo quando, na verdade, ele repousava no bolso das minhas calças, mas isso ele não sabia e a mim só me estava a dar vontade de rir.
Ainda assim não vacilou e eu saquei do cromo do Bakugan ou lá o que é aquilo, que sai no Chipicao ou no Bollycao ou noutro bolo qualquer terminado em "áo" e agarrei-o. Os gritos de desespero continuaram mas fazer o que eu mandava, fizesse-o eu.
Depois tirei o cantil do Ruca e fugi com ele pela casa, entre gritos, choros e risadas, o desespero do filhote aumentava.
E mesmo assim não "vergava"!!!
Até que por fim fui mesmo ao ponto fraco, uma guitarra manhosa, comprada nos chineses, mas altamente equipada com sons, instrumentos, canções e afins. Tem ainda uma tira que permite pendurar a guitarra ao pescoço pelo que a "ofereci" à nossa amiga canina colocando-a precisamente no seu pescoço e aqui o filhote estava quase azul de raiva e eu vermelha de tanto rir. A cadela mais parecia que ia tocar e pedir no Metro e só faltou levantar as patinhas e começar literalmente a tocar guitarra.
Posto isto, o filhote vacilou. Fez o que eu mandava fazer e passado um bocado devolvi-lhe os seus 'artefactos' tão preciosos...
Bolas, que estes ataques de mau feitio parecem despertar, por vezes, em mim as parvoíces mais estranhas tal é o desespero...

2 comentários:

SC disse...

Oh amiga mas tem mesmo que ser assim.
Cá em casa acontece o mesmo.
Irra que os miúdos tem cá um feitio! São mesmo escorpiões.

Jokas

Elsa disse...

eh eh eh eh eh!! :)