sexta-feira, 29 de abril de 2011

Como pôr uma mãe pateta e a choramingar em 5 segundos...

À noite enquanto vestimos o pijama.
Sabes mãe, eu disse à XY (a Educadora) que a minha mãe me adorava, dava-me muitos beijinhos e que me lia estórias à noite quando eu me deitava.
E pronto! O que disse, a forma espontânea como o disse, os seus olhos brilhantes e a sua expressão facial deixaram-me 'de rastos' no bom sentido e lágrimas escorreram-me pela cara e tive que explicar que às vezes também chorávamos de felicidade, que era como quando a mãe cortava as cebolas para a salada e desatava a chorar mesmo sem querer e sem estar triste (isto porque houve um dia em que o filhote ficou muito perturbado quando me viu a "chorar" enquanto fazia uma salada e aqui também expliquei que às vezes as cebolas tinham este efeito...).
E pronto, acho que já sei o que virá escrito no presente e/ou cartão feito na Creche para o Dia da Mãe...

3 comentários:

Gambozina disse...

Lindo! Imagino a emoção.

Isabel disse...

Tão querido!!! Imagino a tua emoção...

O Afonso trouxe ontem a prenda que me vai dar no domingo. primeiro vinha desejoso de a esconder, mas depois ao serão queria dar-ma... mas lá o consegui convencer a esperar até domingo.

Beijinhos!

Rachel disse...

É impossivel que as lágrimas não saltem!

Bjs