quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Volta em Bicicleta ao Oeste ou bati todos os meus recordes: 64 Kms pedalados pelo Oeste fora...!

Hoje eu e o maridão decidimos colocar em prática algo há muito falado e pensado: tirar um dia para pedalar tranquilamente e, com isso, poder fazer percursos muito maiores...
Na verdade, nunca pensei que eu ou o meu corpo fossem capazes de tal coisa porque, ainda que pratique imenso exercicío, acho sempre que as minhas capacidades estão abaixo do que afinal consigo fazer...
Em relação ao pai cá de casa nunca tive dúvidas porque ainda que pedale apenas uma ou duas vezes por semana, faz sempre distâncias muito maiores e tem uma resistência física enorme, principalmente para quem fuma tanto mas adiante ;-)
Ainda que tivéssemos ido pedalar neste Sábado passado e feito 40 Kms, nunca pensei que um dia iria conseguir passar a barreira dos 40 Kms que são a distância "normal" a que estou habituada, principalmente nas duas maratonas de BTT em que participei...
Vai daí que saímos de casa pelas 11 horas da manhã, com uma temperatura de 8º e chegámos a casa quase às 17h00. Óbviamente que não pedalámos durante todo este tempo. A distância feita a pedalar durou 4 horas mas aproveitámos para passear, petiscar, almoçar em cima de bilhas de gáz, tomar cafés pelo caminho, apreciar a paisagem e tirar (muitas) fotografias...
Acho que me tornava facilmente numa atleta profissional porque não me ia custar nada ter que treinar ou passar dias inteiros a pedalar...
Deixo primeiro os factos deste percurso e depois a legenda das fotos. No fim disto tudo, valeu muito a pena... Valeu a pena pelo passeio, pela superação de mim mesma, pelo atingir do que julgava não ser possível, pelo dia bem passado, por nós dóis, e por tantas coisas mais...

Distância feita a pedalar: 64 Kms,
Total de tempo a pedalar: 4h18mns,
Velocidade média: 15 Kms/hora,
Velocidade máxima atingida: 38 Kms/hora,
Calorias gastas: 2004 (!!!).
1 - Ó p'ra mim toda contentinha a ver o mar e a praia sob uma ventania descomunal! Não fossem as várias blusas vestidas, o corta-vento, as luvas e um gorro polar debaixo do capacete e o meu ar não seria assim feliz a ver o mar do Oeste...!
2 - Pois é, os percalços acontecem e o pai cá de casa teve um furo mas como anda sempre prevenido, mudou tudo e lá reiniciámos o passeio. Se eu fosse sózinha ficaria em pânico, sem saber como trocar um pneu furado da bicicleta (!!!),
3 - O pai cá de casa a ver também o mar e as praias do Oeste. Como é mais calorento do que eu, nesta altura já não tinha o gorro posto,
4 - Lá vou eu no meio de nenhures, entre pedras e troncos, areias e vegetação. Aqui já estava cheia de calor pelo que não levava vestido o corta-vento.
5 - Eu num momento de pausa para beber água,
6 - A bela da marmelada em cubos que de facto foi sempre dando energia pelo caminho,
7 - O pai cá de casa a pedalar,
8 - Lá estou eu com a bike para a fotografia...

- fotos retiradas -

2 comentários:

Luna Leve disse...

Fantástico! Que delícia deve ter sido esse dia! Beijinhos!

Isabel disse...

Que belo passeio!

Beijocas!