domingo, 29 de janeiro de 2012

Apetecia-me dizer "Ai a mérdia" mas depois...

Depois podiam entender-me mal. Que já estou para aqui a dizer uma espécie de palavrão ou a falar mal ou, pior ainda, que sou arrogante e que tenho a mania e tal mas...
Mas quem começa a ficar viciado numa atividade física e quem a vai praticando, tenta sempre fazer mais e melhor, e por isso acho que entenderia este meu desabafo de "ai a mérdia"...
Porquê "ai a mérdia"? Bom, digamos que é uma junção da palavra 'média' (no caso, média de velocidade a pedalar e média de tempo no percurso) com a palavra que todos sabemos que começa por 'm' e acaba em 'a' (m*r*a)... E porque raios têm esta conjunção...?
(e agora vem a parte em que me podem achar convencida, arrogante, manienta e outras coisas do género).
É que hoje deparei-me com imensas pessoas a caminhar pelos sítios onde passei a pedalar. Até aqui tudo bem, acho ótimo! Eu própria ontem fui caminhar com a família toda mas... se as pessoas soubessem como é importante manter a velocidade a andar de bicicleta, por certo que famílias inteiras não caminhariam a ocupar toda a via quando vislumbram alguém a andar de bicicleta...
Eu até sou uma pessoa muito compreensiva e o espaço é para todos e abrando sempre quando vejo alguém a andar a pé mas... quando noto que sou vista e ninguém se desvia, eu quase tenho que parar a bicicleta e ainda tenho de dizer, quase "por favor" e a "medo" para me deixarem passar 'por favor', realmente apetece-me dizer "Ai a mérdia!!!". Ai a mérdia porque me estão a estragar a média de velocidade a que pedalo e fazem-me baixar o ritmo e ai a mérdia porque ninguém se desvia e eu acho que sou uma pessoa bastante 'visível'.
E agora que já expliquei o porquê do título deste post, devo dizer que ainda que tivesse abrandado mais vezes do que o costume porque hoje encontrei muito mais pessoas pelo caminho, ainda assim, melhorei a minha média de tempo (lá está) em cerca de vinte minutos a menos e melhorei a média da velocidade média (e passo a redundância de tantas médias)...
Parece que a prática semanal de BTT e as aulas de Cycling no ginásio estão mesmo a ajudar a ganhar forma...
Sendo assim, pedalei 35 Kms em duas horas a uma velocidade média de 18 Kms/hora e foram ao ar cerca de 1000 calorias...
Cheguei a casa a sorrir e a sentir-me mais que bem. Qual frio, qual vento, qual quê...


Sem comentários: