domingo, 22 de janeiro de 2012

Há quem se meta nos copos ou tome comprimidos ou sei lá...

Por cá ando de bicleta...
Não bebo, não fumo, não tomo medicação alguma e por isso a minha 'dose' de relaxamento está, no presente, entre outras coisas, em ir andar de bicleta mesmo que estejam apenas 10 ou 12º e uma ventania desgraçada e fria que se faz sentir na cara...
Às tantas pareço doida varrida porque nem sequer vislumbro mais ninguém a pedalar mas não quero saber. Eu vou quando dá jeito e posso, não vou a horas "estipuladas"...
Quanto ao vento e ao frio, isso resolve-se com umas boas luvas, um gorro quentinho por baixo do capacete, umas calças quase polares - próprias para ciclismo na rua durante o Inverno, e uma blusa, uma camisola semi polar - também de ciclismo e própria para o frio, uma blusa por cima e ainda um corta-vento vestido...
Percurso de hoje: 35 Kms pedalados em duas horas. Foram gastas 1030 calorias...
E a maravilha que é poder fazer grande parte do percurso num silêncio quase total, apenas a natureza, eu e a bicicleta, algumas aves, muita vegetação e poder ver o mar, relaxar e ir de encontro à praia e à areia e ter água a acompanhar-me durante grande  parte do percurso...