quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Não me ocorre nada para colocar aqui...

Se calhar porque hoje ainda não tive a minha dose diária de Endorfina e porque estou cheia de trabalho até à ponta dos cabelos.
Ou então se calhar porque estou mesmo a ficar sem cérebro com tanto exercicío feito... Quando uma pessoa chega a um ponto em que faz muito exercicío parece que começa a ganhar um "complexo qualquer" de que isso é inversamente proporcional às capacidades intelectuais... Tipo, se faz muito exercicío, então é só mesmo isso, não tem capacidades para mais...
Passar de um ponto ao outro quase dava para escrever um livro, ou seja, passar da inércia, da quase obesidade, da vida totalmente sedentária e quieta ao quase vicío da prática de exercicío, é um percurso (quase) fascinante... Só sei que me sinto bem assim. Só sei que adoro fazer exercicío e acho que não tenho que me 'recriminar' por isso... Mas por vezes faço-o, recrimino-me a mim mesma...
Às vezes penso sobre o que pensarão as pessoas de mim e de toda esta genica e dedicação ao exercicío... É que já o faço por puro prazer, pelo gozo de tentar alcançar sempre mais, já não o faço para emagrecer...
Recordo-me de numa das festas deste Verão, que se fazem nas "térrinhas", e sendo numa época em que treinava sozinha indo correr ou andando de bicicleta, ter conhecido casualmente uma rapariga da minha idade, também esposa, também mãe, também trabalhadora, que me falou nos exercicíos que fazia... Na altura fiquei admirada mas agora, ainda que faça menos do que o me foi relatado, já me parece 'normal' fazer Cycling três vezes por semana, correr duas ou três vezes durante meia hora e ainda ter mais uma ou duas aulas não sei de quê...

2 comentários:

Just Me disse...

Quero dar-te os parabéns por teres perdido tanto peso e alterado radicalmente a tua maneira de encarar a vida nesse aspeto.
Quero também dizer-te que não tens que te recriminar e pensar no que os outros pensam de ti! Tens que olhar para ti e fazeres o que muito bem te apetece, a vida é tua fazes dela o que bem entendes!Geralmente os outros quando falam é quando tem inveja ou não tem a coragem que tu tiveste. Não tens que te culpar, porque não fazes mal a ninguém e só fazes aquilo que te dá gozo! Beijocas e bons exercícios!Para mim és uma referência... :)

Algures no Oeste disse...

JUST ME: Muito obrigada pelas tuas palavras ;)
Acredita que me 'tocaram'...
Um grande beijinho.