domingo, 12 de fevereiro de 2012

Apesar do frio, hoje o Sol 'bronzeou'...

Antes de ir pedalar fui à rua e apesar do frio senti logo que a temperatura não estava assim tão baixa para ter que levar uma camisola polar extra... Assim sendo, lá fui eu e comprovando que o Sol hoje estava mais amistoso, a meio do percurso tive que tirar o casaco corta vento e guardei-o na mochila que ficou mais volumosa mas pouco pesada ainda que levasse para aí um litro de água e alguns cubos de marmelada para darem energia e retemperarem as forças...
Esta solidão solitária das minhas pedaladas permite-me pensar em tudo e mais alguma coisa sendo que na maior parte do tempo penso em acelerar e melhorar o meu tempo no percurso que estou a fazer...
Permite-me ainda contemplar o ambiente a natureza que me rodeia e agradecer por ser tão priveligiada ao poder fazer uma coisa que adoro e em paisagens apaziguadoras e em sintonia com o meio ambiente...
A meio da pedalada páro para tomar café e meto-me ao caminho...
Hoje melhorei o meu tempo realmente e constatei depois do banho que o Sol hoje deixou marcas na minha pele... A parte infíma dos meus braços que ficou "de fora" está agora mais bronzeada do que o resto do corpo. Naquele bocadinho entre o pulso e mais 4/5 cms do braço, a pele ficou avermelhada (!!!). É que as mãos tinham as luvas de ciclismo de Inverno e, claro, o corpo tinha uma camisola vestida... Achei graça porque ainda que estivesse frio, o Sol tem afinal este efeito. Portanto, para a próxima retomo o creme fator 50 na minha cara ;) e não apenas o creme protetor de dia com um fator de proteção do Sol muito baixo...
Os dados de hoje são:
Distância pedalada: 39 Kms,
Tempo total: 2h06mns,
Velocidade média: 18.42 Kms/Hora,
Calorias gastas: 1138 kcal.
Em suma: quero mais disto... Não sei onde irei parar mas parar é coisa que não quero... Nunca imaginei que um dia, quase aos 40 anos, ia ganhar tanto prazer, gosto e divertimento por andar de bicicleta e por tentar sempre superar-me e melhorar mais e mais...
O importante é não desistir nem baixar os braços à primeira contrariedade ou adversidade.
O importante é insistir e persistir.
E mais importante que tudo, ter prazer e gostar... Muito...
O pulso semi bronzeado, nota-se mesmo a marca!

A mochila carregada com o corta vento e a água. Aqui em pausa para eu poder tirar fotos ;)

E é no meio destas paisagens que gosto mesmo de pedalar :)

1 comentário:

akombi disse...

Adoro o campo e a natureza, sempre lá vivi, e tb adoro o Oeste, daquilo que conheço.

Olha que o frio tb queima, ó se queima, fica-se bem vermelho com o frio mas com queimadura.