quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

A dar (quase) o máximo...

Pois é, parece que faltava a minha "droga" diária  que tem um efeito mais forte se o exercicío for também puxado, intenso e exigente.
Hoje então, com a neura e a semi tristeza com que estava só me apetecia era pedalar até cair para o lado... Mas antes disso ainda estive vinte minutos na passadeira e fiz pranchas e abdominais durante dez minutos.
E depois a aula de Cycling e hoje sim, dei (quase) o meu máximo com a carga e o ritmo elevados e intensos.
As minhas pernas pedalavam ao ritmo da música e só queria era pedalar mais e mais enquanto o suor escorria pela cabeça abaixo, formava bolhas e caía pelos ombros, braços e pela cara.
Era como se estivesse a retirar de mim uma raiva qualquer tal era a força com que me sentia.
Hoje, da maneira como estava, apesar de todas as minhas reticências e de nunca ter experimentado por me achar desajeitada, sem graça e sem jeito nenhum para este tipo de exercicío, acho que até "marchava" uma aula de Body Combat...
Vai daí que realmente hoje admito que estava uma pessoa do piorio durante a aula, não só porque estava a fazer tudo com carga e intensidade quase máximas mas também porque me estava a dar gozo conseguir fazer tudo a este ritmo e algumas pessoas não...
Vá, podem 'bater-me' que eu "aceito"... Isto hoje realmente é um dia de m**** que me leva a ter pensamentos obtusos destes...
Eu, que cheguei a estas aulas cheia de "medo" de não conseguir fazer estes exercicíos intensos, que nas primeiras duas ou três não aguentei e tive que me sentar quando era para estar de pé e agora tenho estes pensamentos 'tenebrosos' porque me tornei numa daquelas pessoas que me irritavam quando eu tinha 26 quilos a mais: estou magra, com ossos a notarem-se à excepção do rabo e das ancas claro, acho que ponho um ar semi arrogante e estou com capacidades físicas muito boas, do género, consigo fazer praticamente tudo. Bem, talvez não faça lá muito bem algumas pranchas e flexões porque não é algo que faça frequentemente mas em relação ao Cycling acho que me tornei numa praticante "neird" e irritantemente irritante com a minha (boa) forma física.
Até tenho 'medo' deste meu sentimento de força e capacidades físicas...
Bom, daqui a pouco acho que apago este post. Posso ser muito mal interpretada até porque em dias "normais" eu não sou nada assim e, aliás, agora tenho que ir estender roupa no quintal e está frio mas a roupa cá de casa aliada à minha do ginásio, dá origem a lavagens (muito) frequentes...

Sem comentários: