segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

E o que eu gostei deste filme...

É sempre estranho quando morre alguém famoso, "conhecido". Parece que as pessoas ligadas às Artes são sempre eternas mas, infelizmente, muitas vão por caminhos menos saudáveis e acabam assim, novas e de forma 'estranha'...
A Whitney Houston 'entrou na minha vida' com o filme "The Bodyguard", a Whitney e o Kevin Costner... Devia ter para aí uns 18 anos e adorei o filme e as músicas. A música mais conhecida não saía do rádio e tocava em todo o lado e, claro, acabei por comprar o CD com a Banda Sonora do filme...
Achei o filme muito romântico e na minha ingenuidade da idade, sonhava que também poderia ser cantora num mundo alternativo porque cantar bem nunca cantei e, claro, ter alguém próximo como o Kevin Costner porque namorados não tinha na altura...
E ainda choraminguei com o final do filme...
Agora que passaram quase 20 anos sobre o dia em que vi o filme pela primeira vez, continuo a achar-lhe piada mas já não posso ouvir a música "I wil always love you" e sei que nunca serei cantora...

1 comentário:

Isabel disse...

Eu adorei este filme e ainda hoje gosto imenso das musicas dela.

Fartei-me de chorar no filme... ;-)

Beijocas!