segunda-feira, 9 de abril de 2012

Coisas (músicas) que nos veêm à cabeça sem saber como...

Ontem, enquanto pedalava, não compreendi porque raios me veio à cabeça esta música da Adelaide Ferreira. É que não a ouço/vejo há que séculos, nunca fez parte de nada da minha vida e posto isto só pode ter sido uma assombração que se encostou a mim e me "obrigou" a cantarolar esta canção desprovida de qualquer sentido na minha pacata vida...
Vai daí que era ver-me a pedalar e a cantarolar por esses matos fora um "eu dava tudo para te ter aqui, ao pé de mim, outra vez... (...) mas tu nem sempre vens, outra paixão talvez, eu sei esperar e entender mas dói de mais, (...)"...
E como canto tão mal mas tão mal mesmo, era ver-me a passar a cantar e a ver os arbustos e as árvores a murcharem com o meu péssimo canto :D
E ainda bem que o fazia sozinha e enquanto ninguém passava senão era remédio santo para as pessoas fugirem...
As coisas de que uma pessoa se lembra...

Sem comentários: