quarta-feira, 16 de maio de 2012

Dos corpos

Por estes dias observei, no ginásio, uma atleta a treinar.
Digo atleta porque estava equipada com a roupa do desporto que pratica e que é algo que não se 'faz' dentro do ginásio.
Contudo, estava a treinar outras "coisas" com o seu treinador e eu como estava a fazer uma aula, estava num local em que a podia observar.
Devia ter 20 anos, um pouco mais ou um pouco menos, e os calções curtos e a blusa decotada mostravam um corpo perfeito. As suas pernas eram lisas e nitidamente 'duras'. E eu de repente caí em mim e dei conta que realmente já não tenho 20 anos, que tenho quase o dobro da idade, que pari, que já passei por ter peso a mais e por o ter perdido mas que aos 20 anos eu também era assim. Não fazia nem metade do exercicío que faço hoje em dia e era naturalmente magra, 'rija' e torneada e comia 'croissants' que me fartava e salgados e tantas outras porcarias.
Realmente não se pode lutar contra o tempo e por muito exercicío que se faça e por muitos cuidados que se tenha com a alimentação, aquela frescura dos 20 anos ninguém a traz de volta...
Continuei a observar a atleta, não com inveja ou desdém, mas com admiração, com saudades dos meus 20 anos, do meu corpo e da vida despreocupada que tinha na altura...
Também não queria voltar atrás, nada disso, é mesmo só porque aos 20 anos não tinha preocupações nenhumas, estava na Faculdade, era magra também sem preocupações ou sem ter que fazer muito exercicío ou esforçar-me para isso.
Se hoje estou magra é porque faço muito exercicío e pedalo por aí. Faço-o por prazer mas sei também que se 'parar' ganharei peso imediatamente...

1 comentário:

Corre como uma menina disse...

Pois, eu acabei de chegar aos 30 e também já noto isso... Embora nunca tenha sido muito "riginha" nos 20, a facilidade de definir o corpo nessa idade é maior.

E o que disseste em relação ao andar de bicicleta e as pessoas também "fingirem" que não estão a ver e não se desviarem, é verdade. Acho sobretudo uma falta de respeito quando acontece em ciclovias... Não é que ande muito de bicicleta, mas já me aconteceu eu apitar para se desviarem NA CICLOVIA e ainda ficarem a olhar para mim com ar enfadado... É preciso ter lata!!! Enfim...

Beijinhos!