terça-feira, 8 de maio de 2012

Nunca gostei de bebidas energéticas...

Experimentei várias e nunca gostei dos sabores e é por isso que no ginásio ando sempre com a minha garrafinha de... água e quando pedalo levo na mochila... água e o cantil cheio de... chá preto com um pacote de açúcar...
Bom, mas eis que no fim da maratona deste Domingo (eh pá, que chata, deve ser para aí a 15ª vez que a tipa fala da maratona, que exibicionista...!) oferecem uma garrafinha de Isostar de frutos vermelhos e qual não é o meu espanto quando constato que gostei do sabor. Foi mesmo a primeira bebida energética de que gostei e depois de quase três horas e meia a pedalar foi retemperador beber este meio litro duma bebida de frutos vermelhos que me soube, essencialmente, a groselha...
Pronto, arranjaram uma nova freguesa porque agora vou começar a levar esta bebida em próximas pedaladas...
Para além disso, no 'site' da Isostar falam um pouco de BTT e Nutrição e gostei do que li e que corresponde mesmo ao que se passa nas maratonas, pelo menos comigo:
"(...) na prática de todo o terreno, o período de esforço pode ser de 3-4 horas, ou até mais, e em mais de 80% do tempo de prática o nosso organismo gasta acima do limiar láctico. Isto significa que é necessária uma boa resistência. Gerir a dieta antes/durante/depois do esforço é, portanto, essencial para que o corpo possa terminar o esforço nas melhores condições."

1 comentário:

Corre como uma menina disse...

Tens toda a razão para seres exibicionista, é um grande feito e é o teu blogue! :)

Eu não sou muito de bebidas energéticas, e acho que há muita gente que acaba por as beber a toda a hora, quando elas apenas deviam ser tomadas em situações de grande esforço físico, como foi o teu caso.
Também me ofereceram duas garrafas dessas de frutos vermelhas numa competição a que fui, mas acho que era uma versão "light" (pelo menos era o que dizia) e eu gostei exactamente por não ser muito doce. Essa versão é doce?

Boas pedaladas!