terça-feira, 1 de maio de 2012

O que realmente importa...

O que realmente importa é que enquanto vestia o pijama ao filhote e brincávamos um bocadinho como é costume, ele fez o gesto de me querer sussurrar algo ao ouvido.
Pensei que fosse alguma 'piada' ou para dizer qualquer outra coisa e afinal chega-se ao meu ouvido, põe a mão no meu ombro e diz baixinho: "és a melhor mãe do mundo".
(...).
E eu, qual mãe pateta e completamente desprotegida, enchi os meus olhos com água e disse-lhe que assim fazia com que a mãe choramingasse de felicidade.
Trocamos muitos mimos e dizemos constantemente um ao outro o que sentimos, o quanto nos adoramos mas isto da melhor mãe do mundo foi a primeira vez e por isso fiquei assim num misto de lamechas e de felicidade...
Noto que o meu filho está mesmo a crescer, a mudar, a ficar maduro, a ficar companheiro e... comilão... Ultimamente come muito mais do que era usual. Como costumo dizer, parece que está "roto" e continua magrinho que eu sei lá...
O meu filho é mesmo tudo o que desejei, só podia ser mesmo ele o meu filho...

2 comentários:

Isabel disse...

Tão fofo! Eles por vezes deixam-nos mesmo sem palavras...

Beijocas grandes!

Vera, a Loira disse...

Oh... que coisa tão Fofa. Fizeste-me lembrar da Marina que dizia "Eu só nasci para ser mãe do fausto"