quarta-feira, 25 de julho de 2012

Não sei porquê pensei em mim com 80 anos...

Não sei porque é que às vezes temos estes pensamentos mas a verdade é que de vez em quando o filhote gosta de me pentear.
Traz os pentes e a escova e começa a pentear-me. Ainda há a variante de trazer ganchinhos e fitas do cabelo e assim faz penteados diferentes e ali está todo contente e só a perguntar-me se estou a gostar.
E eu é claro que gosto porque me sabe bem e é algo até tranquilizante...
Ontem, depois de me pentear, fez algo que me surpreendeu.
Foi buscar um baton do cieiro e quando dei conta estava à minha frente com o baton "em punho" e passou-o pelos meus lábios a dizer que eu estava mais bonita...
E não sei porquê, em instantes de segundo, imaginei esta cena comigo velhinha e com ele a cuidar de mim...
É daquelas coisas que nos veêm à cabeça e achei que se chegasse a velhinha teria um filho para me pôr bonita.
Como se não bastasse, foi buscar o verniz que usei da última vez, até isso não lhe escapou, e lá tive que 'deixar' que me pintasse uma unha a sério e fingisse que pintava as outras...
Tadinho do meu filho...
E assim me deixou bonita como ele diz...

1 comentário:

Vera, a Loira disse...

Claro que ficaste mais bonita, chama-se amor.