terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Às vezes penso em não escrever nada

Às vezes penso em não escrever nada porque não me apetece ou porque sinto que me estou a repetir ou por isto ou por aquilo mas a verdade é que o que torna cada blog único é precisamente o seu conteúdo, a forma como é escrito e apresentado e, acima de tudo, a liberdade de expressão que um blog permite ter. O Facebook é giro e tal mas não 'permite' que se escreva tanto e de forma tão "livre" e por isso, e depois destas reflexões patetas no primeiro dia do ano, aqui vai mais um post.
Bom Ano Novo 2013.
Este ano não estou particularmente 'virada' para as festas e por isso não me manifestei muito aqui nem no facebook. É mesmo o que sinto, ou seja, não sinto grande 'efusividade' e por isso foram mais uns dias para estar com a família e comer mais do que é suposto e costume do que outra coisa qualquer... O tempo passa a correr e o tempo tem-me tornado numa pessoa mais frontal e realista e também menos "lamechas"...
Pronto, mas para já chega disto tudo.
E vai daí então que no Domingo à tarde fui pedalar sozinha uns 34 quilómetros feitos em duas horas que gastaram cerca de 1300 calorias.
E hoje... Hoje, dia de Ano Novo, à tarde fui dar uma volta com a minha amiga das pedaladas.
Ah, e tal, vamos só desentorpecer as pernas, nem vamos tão longe e vamos pelo alcatrão para não sujarmos as bikes que de tão lavadinhas até brilham...
Só que...
Só que o tempo, o caminho e a conversa foram passando e quando demos por nós fomos até onde costumamos ir mas realmente sempre por alcatrão com longas subidas...
Soube tão bem começar assim o ano com 35 kms feitos em duas horas e dez minutos que gastaram 1400 calorias...
Que bem que soube o vento calmo e o sol leve na cara e no corpo...
Pedalar é mesmo um vício, parece que não tem explicação e só quem gosta de andar de bicicleta consegue compreender este sentimento que leva duas mulheres, mães e 'donas de casa' "prendadas" sairem de bicicleta na tarde do primeiro dia do ano deixando em casa os maridos e o filhos...
Pelo caminho ríamos com esta situação e dizíamos que quem nos visse diria que éramos malucas ou que "coitadas" não tínhamos família mas... nada disso...
Apenas organizamos tudo por forma a que seja feito devidamente e com tempo...
E se duas horas da nossa vida nos deixam tão bem dispostas e de bem com a vida e o mundo, valerão certamente muito mais a pena do que ficar em casa com uma espécie de neura...
:D
 

4 comentários:

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Bom Ano de 2013 com muita pedalada! E nem é preciso dizer que assim mesmo é que é: se uma pessoa se organizar, consegue tudo!!!

akombi disse...

Em relação ao blog é tal e qual, tenho fases que só me apetece escrever noutras só quero desistir, mas de uma coisa tenho a certeza, o blog faz-me mto bem, talvez pq penso mto, falo mto, e ao escrever no blog sinto que fico mais leve, já o facebook gosto mas lá está tem sempre alguém que critica, ora pq me conhece ora pq é um mundo um pouco estranho.

Já a "pedalagem", eu sou comodista mas penso que por falta de incentivo, se tivesse uma vizinha ou amiga com tu ia adorar esses passeios....hoje marido foi para o TT com seu grupo, eu que não me consigo enquadrar lá :( fui á minha mãe e estive a perguiçar por casa :D

Feliz 2013.

Corre como uma menina disse...

Com certeza que vale a pena, sobretudo se te deixa tão livre e feliz!

Beijinhos e bom ano!

Vera, a Loira disse...

Feliz 2013, tudo de bom e um ano cheio de pedaladas.