segunda-feira, 8 de julho de 2013

Hoje consegui...

Hoje consegui, deitada na 'maca' da Fisioterapia, levar a mão ao cimo da cabeça. Foi um avanço porque até aqui não o conseguia e continuo a não conseguir fazê-lo de pé... 
Continuo a sentir-me uma espécie de "Robocop" ou um "Exterminador Implacável" que olha o seu braço hirto e direito, que não consegue encostar o cotovelo ao corpo na maior parte dos movimentos...
Sinto o braço a ganhar força mas dói demais quando encosto o cotovelo ao corpo nalguns movimentos.
Hoje tive muitas dores, foi dorido e doloroso. Para além dos movimentos, senti também 'picadas', como se me estivessem a espetar uma espécie de faca nos ossos...
Fico muito desanimada quando termino as sessões de Fisioterapia. Apodera-se de mim uma sensação de impotência, de dor dolorosa, de impaciência para a recuperação de algo que pensava ser simples apesar de toda a gente me dizer o contrário desde o momento em que caí...
Tem que ter paciência. É a frase que mais ouço ultimamente de médicos, de amigos, de Fisioterapeutas, de velhotas, de pessoas que encontro na rua e que nem conheço mas que me perguntam como estou. Contudo,  mais parece que o Universo me colocou à prova...
A minha paciência está a esgotar-se. A minha paciência está a ficar impaciente. Mesmo sabendo que há quem esteja muito pior do que eu, tenho momentos em que me apetece gritar ao mundo que estou farta...!
Paciência...

Sem comentários: