terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Quando se tem sorte é assim

Quando se tem sorte, vai-se ao 'shopping' à hora de almoço e quando entramos no elevador, acontece algo que raramente ou nunca aconteceu: as portas vão a fechar-se e batem onde...? Onde mesmo...? Ora bem! Pois claro, batem precisamente na parte do corpo que também tem metal, quase parecido com o das portas automáticas do elevador!
É que levei com a merda da porta precisamente no ombro e bocado do braço onde tenho a placa e os parafusos!
Senti dor, como é óbvio, e fiquei irritada ao mesmo tempo. Tão irritada que me virei para a minha colega, em pleno elevador, cheio de gente, e disse que realmente só a mim, que a porta tinha batido na placa, portanto, placa contra placa de metal.
Chiça!!! Estou tão farta deste ano de 2013 que só me apetece é dizer palavrões, algo que não é usual em mim!
Com tantos sítios do corpo e tantas pessoas, a merda do elevador tinha que ir a fechar e bater precisamente onde sinto dor, caramba!!!
Não chega já de dores neste ano?! Dores do corpo e da alma porque não há dia em que não pense no meu pai e no que tenho passado por causa de ter caído, partido o ombro e blá, blá, blá, blá...!!!

Sem comentários: