segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

A sair do armário... (?)

No final da semana passada acho que "saí um bocadinho do armário"... 
Comecei a aula no ginásio com uma camisola quente que despi quando aqueci, depois fiquei com uma blusa de manga curta mas a dado ponto já estava a transpirar tanto com aqueles exercicíos com pesos e específicos para quase todas as partes do corpo que pensei: "eh pá, que se lixe!!!" e despi a blusa de manga curta e fiquei tão somente com a blusa de alsas...
E pela primeira vez "ela" esteve à vista em duas aulas seguidas no ginásio... Refiro-me a "ela" - a cicatriz do e no ombro/braço, a mesma que deu, e dá, cobertura à placa e aos parafusos que carrego em mim...
Pensei que não está assim tão feia, que não agride ao olhar, que tenho que (con)viver com "ela" e na verdade, quando me vi no espelho, não achei que estivesse assim tão mal...
Saí duma aula e entrei noutra e mantive as alsas e pensei que estava a dar um grande passo, assim com a cicatriz ali à vista de todos. E, coincidência irónica ou não, o "meu lugar" no escuro para a aula de Cycling estava ocupado e tive que fazer a aula num sítio 'iluminado', foi como se tivesse mesmo que ter a cicatriz visível, tipo terapia de choque. E... acho que resultou...

2 comentários:

Alexandra de Amorim disse...

É isso mesmo! Estás, a pouco e pouco, a iluminar-te. ;)

Como é que consegues vestir tantas camadas? lol Eu sou muito calorenta, então no ginásio... ;)

Algures no Oeste disse...

Rescaldos duma cicatriz Alexandra que eu também sempre fui muito calorenta. Basta ver que as blusas de alsas são mesmo muitas mais do que as outras...
:P
Beijinhos.