segunda-feira, 7 de abril de 2014

Será que 'tou maluquinha...?

É que estou só com vontade de me rir, de mim, da minha "figura", por estar a fazer "isto" 'nesta idade' e por aí fora.
O que eu fiz hoje não tem nada de extraordinário. Milhares de pessoas fazem-no todos os dias e em ambientes urbanos, em cidades apinhadas de trânsito, que me parecem ser bem mais difíceis de pedalar do que cidades e sítios semi urbanos, com estradas longas, pouca sinalização e pouco trânsito...
Quando vi estas reportagens sobre andar de bicicleta em Lisboa o que me saltou logo à vista, e à cabeça, foi como conseguiam pedalar vestidas de forma tão sofisticada e sem capacete...
Mas hoje foi diferente. Hoje, pela primeira vez, vim de bicicleta para o trabalho. E como dizia lá atrás, nem é nada de extraordinário porque há quem o faça há muito tempo e porque nem 10 kms distam da minha casa ao meu local de trabalho mas para mim foi tipo mais uma etapa conseguida porque há muito que o planeava e nunca o tinha feito...
Claro que isto só foi possível porque o filhote está de férias da Escola e ficou em casa com a minha mãe porque a ir para as aulas, eu não poderia fazer isto. Tenho que deixar o filhote na Escola e depois não teria tempo de ainda ir a casa deixar o carro e pegar na bicicleta...
Ontem no nosso passeio domingueiro eu e o maridão fizémos este percurso para eu me sentir mais segura e saber qual o caminho a percorrer...
E de manhã saí mais cedo de casa, contando já com o tempo que demoraria - cerca de vinte/vinte e cinco minutos - e não contava era transpirar tanto porque estava frio, nevoeiro e caía uma neblina gélida pelo que vesti um corta vento. Pelo caminho o tempo 'abriu' um pouco e como o corta vento é quente, desatei a transpirar :-(
Cheguei ao trabalho um pouco transpirada e, ah, quanto à roupa, vesti umas calças 'normais' justas e roupa 'normal'. A única coisa diferente era mesmo o calçado. Pedalei com os sapatos de encaixe que, chegada ao trabalho, troquei por umas botas finas e curtas que trazia na mochila (leves), é que tenho um trabalho semi-formal...
Limpei a cara, tirei o rabo de cavalo e o capacete, penteei-me, ajeitei a maquilhagem, arrumei a bicicleta numa sala isolada e eis-me pronta para trabalhar com um sorriso tonto nos lábios tal foi a 'alegria' que o facto de vir de bicicleta para o trabalho me proporcionou...
Recomendo vivamente e tenho pena de nem sempre poder fazer isto. Poupa-se imensa gasolina, ganha-se forma física, faz-se exercicío logo de manhã (e depois outra vez à tarde) e uma pessoa fica logo bem disposta...

2 comentários:

pmarques disse...

Já ponderei o mesmo, vir de bicicleta para o trabalho, mas o problema prende-se mesmo com o facto de transpirar e não me sentir confortável o suficiente para trabalhar, a distância é um pouco superior, são cerca de 17/18 km e transpirar é inevitável.
De qualquer forma vou tentar estudar melhor a possibilidade de tomar um duche no trabalho e ter sítio de confiança para deixar a bicicleta.

É certamente um bom motivo para nos deixar animados de manhã :)

Algures no Oeste disse...

PMARQUES: Sim, 17/18 kms é muito mais de facto. O ideal é ter um sítio onde se possa guardar a bicicleta com segurança e tomar um duche mas sabe realmente muito bem e parece que dá outro tipo de preparação...
:-)