segunda-feira, 5 de maio de 2014

Foto de capa do Facebook

Neste fim de semana participei num evento desportivo (mas não, não foi nenhuma prova de BTT... por enquanto, we'll see...) e, como é normal, tiraram fotos.
Pois que há uma fotografia de que eu até gostei bastante. Quando vi aquela foto pensei porque raios tinha tantas vezes pensamentos pavorosos, parvos e tótós sobre mim e o meu corpo quando me vejo no espelho e em que só 'boto' defeitos de que tenho o rabo e a anca gigantescos e não sei quê e não sei que mais. Naquela foto apercebi-me de que não estou assim tão mal. Sou eu, tal e qual como sou, com defeitos e virtudes como todas as pessoas. E estando com o cabelo apanhado, ainda mais estranhei gostar de me ver naquela foto.
Bom, adiante.
Pois que então a outra pessoa que constava nessa foto decidiu utilizá-la como... foto de capa do Facebook, estão a ver do que estou a falar? Sendo que se vê melhor a minha pessoa do que essa outra pessoa.
Primeiro fiquei histérica, até porque quem me mostrou foi o meu marido que é amigo dessa pessoa no Facebook (e eu não...) e com vontade de mandar uma mensagem a dizer a essa pessoa que, se não se importasse, me cortasse da foto ou retirasse a fotografia, afinal sou eu e a minha imagem.
Mas depois fiquei a pensar que nem sei o que fazer, até agora ignorei, porque afinal estava num sítio público e nada obstei a que me tirassem fotos e as publicassem no Facebook de quem promoveu o evento. Só que isto é uma coisa, agora estar numa foto de capa doutra pessoa, é completamente diferente!
Creio que aqui tem que funcionar sempre o bom senso, a mim não me passaria pela cabeça colocar como foto de capa (ou de perfil...) uma imagem onde surge outra pessoa que mal conheço, quer dizer...!
Como digo, gostei muito desta foto e se fizer algo com ela, corto as outras pessoas que entram.
E agora, as pessoas que me conhecem, que conhecem o meu marido, e que conhecem essa pessoa, abrem o seu Facebook e ali estou eu escarrapachada na fotografia logo à entrada...
Não percebo nada de direitos de imagem e de privacidade (qual privacidade...?) e por isso não sei  bem como agir. Também tenho vontade de abordar essa pessoa na rua, se o encontrar, e dizer-lhe que preferia que não usasse aquela imagem...
Modernices, é o que é...
Ah, e entretanto o marido colocou, como foto de capa, uma fotografia de... nós os dois a pedalar... Apetece-me dizer que qualquer dia dou autógrafos e estive quase a ser irónica a comentar que ali sim, eu 'podia' estar na foto de capa, agora no Facebook dum desconhecido é que não me parece nada bem...
:O

3 comentários:

Carla Isabel disse...

...amiga, eu comecei a fazer ginastica uma vez por semana e ioga duas vezes - não consegui habituar-me a correr sozinha :S

Beijinho

Algures no Oeste disse...

Muito bem amiga, acho que fazes muito bem! Eu também ia ao ginásio à hora de almoço quando tinha mais tempo, agora com o horário de almoço reduzido não dá, tem que ser à noite.

Mas continuo a pedalar e a correr quase sempre sozinha...

Beijinhos!

A Loira disse...

Isso nunca me aconteceu mas mais que uma vez partilharam as minhas fotos, pessoas que eu não conhecia de lado nenhum, o primeiro pensamento também foi esse, mandar mensagem a pedir que tirassem a minha foto do facebook deles, mas depois passou-me e acabei por não fazer nada.