segunda-feira, 19 de maio de 2014

Suponho que mudei a... 'frequência'...

Suponho que mudei a frequência do pensamento, não sei, e talvez por isso encontrei uma espécie de "paz"... "Voltei" ao meu grupo das pedaladas depois de uma ausência provocada por mim mesma, por achar que os outros não tinham que estar a levar com as minhas neuras e humores pedalísticos... Não foi por mais nada, não me chateei com ninguém, apenas achei (ou achava...) que não estava certa do que queria e por isso afastei-me eu própria para não 'chatear' as pessoas...
Contudo, neste fim-de-semana isso mudou, 'voltei aos outros' e ainda bem... Afinal, íamos quase todos à maratona de que por aqui tenho falado e se não fosse assim, teria ido e vindo sozinha... Fomos e viémos de casa até à prova a pedalar, o que colocou cerca de mais 20 Kms em cima da dureza da maratona mas pronto, fez-se bem...
Mas isto tudo para dizer que continuo a achar-me lenta a pedalar, contudo, só o facto de ter ido a esta prova foi um acto de coragem visto que era extremamente técnica e dura...
Resguardei-me mesmo muito nas descidas mais ígremes que acabei por fazer com a bicicleta à mão, pensando primeiro na minha segurança e bem estar e só no fim no que os outros iam pensar, mesmo tendo ficado assim em diversas fotos... Notei é que estava mais 'forte' no sentido de que andava mais depressa, quase corria, com a bicicleta à mão... E esta bicicleta é realmente uma cavalona, forte, robusta e ágil, é mesmo o ideal para aquele tipo de trilhos cheios de pedras e de percalços... Acho que pela primeira vez senti a minha bicicleta como uma companheira, uma amiga leal e dura que me acompanhou naquela prova tão... dura, para além do imenso calor que se fazia sentir...
Haviam duas distâncias, como é costume nas provas de BTT, e eu fui à distância mais curta. No total da prova éramos mesmo muito poucas mulheres e na distância a que fui éramos... três...
E eu com a minha lentidão, inseguranças e dúvidas, acabei a prova a descer degraus sem hesitar, montada na bicicleta, e por isso até me estranhei a mim mesma...
Estranhei mais ainda ter ficado em... segundo lugar...! Sim, queria gritar ao mundo que 'finalmente' ganhei um prémio "como deve ser". Que fiquei em segundo e éramos três, porque já fiquei em segundo noutras provas mas éramos... duas mulheres... Ainda assim, acho que só o facto de irmos e participarmos onde a maior parte das pessoas não vai, é já, só por si, um acto de coragem...
Mas como estava a dizer, apetecia-me dizer a toda a gente isto, que ganhei o segundo prémio mas contive-me, nem sei porquê, talvez porque ainda não há fotos da entrega dos prémios e porque continuo a achar que pedalo devagar...
Segundo lugar numa prova duríssima, com direito a troféu gigantesco que está lá em casa numa prateleira...
Isto foi um grande incentivo e voto de confiança para... me inscrever em mais provas...
Gastei cerca de 3000 calorias (!!!), o que quer dizer que ontem podia ter comido quase um boi inteiro, salvo seja...
E hoje estou para aqui cheia de energia e sim, logo quero ir ao ginásio. Se bem que acho que para ganhar mais pedalada, só pedalando por aí e não pedalando nas bicicletas que não saem do mesmo lugar...

1 comentário:

Carla Isabel disse...

:) ainda bem que mudaste a "frequencia" fico feliz!

Beijinho